Política De Inovação E Empreendedorismo

HACK THE UFSC

Pesquisa quer identificar quais os problemas e desafios percebidos pela comunidade universitária para tornar a UFSC mais empreendedora e inovadora.

As universidades ainda precisam de adaptações para o trabalho da missão trazida por Etzkowitz (1998) de ser empreendedora. Além do ensino e da pesquisa – primeira e segunda missão – as universidades se aproximam das demandas da sociedade pela tradução do conhecimento em utilidade econômica e social (ALMEIDA; CRUZ, 2010; ETKOWITZ, 2003).

O desenvolvimento do empreendedorismo, no âmbito da universidade, perpassa práticas de ensino, pesquisa e extensão. Assim como observado em universidades de países desenvolvidos, currículos empreendedores devem incluir práticas e projetos reais, possibilitando inclusive a transferência de tecnologia (DRIVAS et al., 2018) e de conhecimento.

HACK THE UFSC

Nesse sentido, os alunos da Disciplina de Habitats de Inovação, do Departamento de Engenharia do Conhecimento da UFSC estão realizando uma atividade que faz parte do projeto denominado “Hack the UFSC”.

Desenvolvida pela professora Dra. Clarissa Stefani Teixeira, a ação tem por objetivo criar projetos para transformar o campus universitário num ambiente melhor e mais inclusivo, contribuindo para o desenvolvimento pessoal e profissional das pessoas.

Assim, o trabalho se pauta num processo de criação colaborativa denominado placemaking, o qual instiga os participantes a reimaginar e reinventar a UFSC. Neste ano, o Hack the UFSC tem como tema o empreendedorismo e a inovação. Para tanto, durante a disciplina foi desenvolvido um formulário visando identificar os desafios e problemas percebidos pela comunidade acadêmica para que a UFSC seja mais empreendedora e inovadora.

Então, se você faz parte da comunidade acadêmica, acesse o formulário AQUI e dê a sua opinião!

O Formulário é uma das etapas da metodologia que no semestre de 2021/1 será da seguinte maneira:

Metodologia HACK THE UFSC

VIA UFSC, 2022

Foto de capa: Henrique Almeida /Agecom UFSC.

Referências Bibliográficas

DRIVAS, K.; PANAGOPOULOS, A.; ROZAKIS, S. Instigating entrepreneurship to a university in an adverse entrepreneurial landscape. The Journal of Technology Transfer, v. 43, n. 4, p. 966-985, 2018.

ETZKOWITZ, Henry. The norms of entrepreneurial science: cognitive effects of the new university–industry linkages. Research policy, v. 27, n. 8, p. 823-833, 1998.

ETZKOWITZ, Henry. Research groups as ‘quasi-firms’: the invention of the entrepreneurial university. Research Policy, 2003.

The following two tabs change content below.

Juliana de Souza Corrêa

Mestranda em Engenharia e Gestão do Conhecimento na Universidade Federal de Santa Catarina, formada em Relações Internacionais (UFSC) e com especialização em Inovação em Gestão Pública. Servidora da UFSC e integrante do Grupo VIA atuando junto ao Pacto pela Inovação de Santa Catarina e realizando pesquisas com foco em inovação e empreendedorismo.