CICLO VIA | GERAÇÃO VIA | HACK THE UFSC

METODOLOGIAS PARA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS REAIS

The methodologies from the VIA Knowledge Station group with a focus on solving real problems are associated with a change in culture, from the perspective of different ecosystem actors, in order to make real interventions, with shared value, to improve citizens` life quality and well-being. In practical terms, based on problems presented by the community the group acts in the search, involving different people, for improvement solutions.

Desenvolvimento de Territórios Inovadores

This initiative aims to stimulate and support the creation of innovative projects for the surroundings of innovation habitats from its communities perspective. The basis for its realization is the creative interaction between different actors of the ecosystem, represented by the quadruple helix of innovation: government, academy, businesses and community. As a result of this interaction, the needs and interests of the community are brought up and become a foundation for the interventions suggested for the area.

Em 2018 foram realizadas ações com cerca de 40 stakeholders do distrito em busca de um planejamento para o ambiente, discutindo seus desafios e buscando proposições de atuação colaborativa.

O município da Serra apresenta em suas tratativas dos últimos 20 anos uma visão que busca, de alguma forma, o desenvolvimento tecnológico e de inovação. Em 2020 diversos atores do ecossistema de inovação do Espírito Santo se mobilizaram para pensar ações para o ambiente da Serra denominado InovaSerra. Thus, foi realizada por meio de uma construção coletiva a proposição de planejamento de curto, médio e longo prazo e da governança do Polo.

Devido ao cenário local, os aspectos regionais e o estágio das ações já desenvolvidas pelos stakeholders ligados à economia criativa, a construção de um distrito criativo no bairro do Jaraguá poderá concretizar o território como um região de conexão entre os agentes públicos e instituições de fomento ao empreendedorismo criativo e inovador, permitindo uma ações conjuntas mais eficientes, com os empreendedores, os residentes de vários bairros da capital e os turistas, ampliando as possibilidades de acesso e consumo de bens e serviços baseados na inovação cultural e gerando alternativas de entretenimento e lazer para a população. Thus, a partir da disciplina de habitats de inovação em rede, foi desenvolvido um plano de ação para a construção do Distrito Criativo Jaraguá em Maceió.

O BC Criativo foi criado com o propósito de promover o município de Balneário Camboriú como uma cidade criativa. O BC Criativo, é uma rede colaborativa com a finalidade de articular e acompanhar a implantação de políticas públicas para o fortalecimento da economia criativa diversificando a matriz econômica de Balneário Camboriú. Visando o desenvolvimento dessa rede, um grupo de alunos da disciplina de habitats de inovação em rede realizaram a proposição de diversas ações com o objetivo de impulsionar e desenvolver o Distrito Criativo de Balneário Camboriú.

O município de São José – SC possui uma rica história cultural, com um Centro Histórico marcado pela arquitetura de origem açoriana e diversas iniciativas que visam fortalecer a cultura e a história local. Thus, na disciplina de habitats de inovação em rede, foi desenvolvida uma série de ações para criação de um distrito criativo no Centro Histórico de São José. A criação de um Distrito Criativo no Centro Histórico de São José visa valorizar a herança cultural e a tipicidade local, unir a cultura, lazer e gastronomia e valorizar os espaços públicos existentes.

O município de Florianópolis apresenta o bairro Estreito com uma das mais belas vistas para o mar. Recheado de história e com potencial de inovação, atores locais em conjunto com o 2Grow, ACIF, UFSC e movimento souestreito se mobilizaram para a transformação da região.

Desenvolvimento de Habitats de Inovação

O Centro de Inovação ACATE Sapiens Parque é um dos centros da Rede de Inovação de Florianópolis. Inaugurado em 2018 a atuação da metodologia buscou desenvolver proposições para o espaço considerando sua conexão com o Sapiens Parque e seu entorno.

O município de Santa Rosa está localizado na região Noroeste do estado do RS e é conhecido como o ‘Berço Nacional da Soja’. No ecossistema local há 2 incubators, sala do empreendedor, Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (NIT) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha campus Santa Rosa (IFFar/SR) and, outros dois programas para o desenvolvimento do empreendedorismo e inovação. Visando fortalecer esse movimento da inovação em Santa Rosa – RS, foi realizada uma proposta para criação de um Centro de Inovação na cidade de forma colaborativa com a participação de diversos stakeholders durante a disciplina de habitats de inovação em rede. As ações relacionadas ao CI visam trabalhar a educação, governança, gestão pública e cultura para a inovação

Em Serra no Espírito Santo, está sendo implanto o Parque Científico Tecnológico do InovaSerra. A partir desse cenário, foi proposto na discplina de habitats de inovação em rede, um plano de ação para gestão e operação do Parque, and, possíveis projetos que podem ser executados pelo mesmo. Thus, foram propostas ações que envolveram governança e infraestrutura do parque, talento e capital.

Com o objetivo de implantar um Centro de Inovação em Maceió para conectar as iniciativas existentes, apoiar empreendedores e ser o epicentro do ecossistema de inovação local, foi criado um plano de ação para materialização e operação do Centro de Inovação Jaraguá, em Maceió. Foram propostas ações de governança, sensibilização, políticas públicas e orquestração do ecossistema local de inovação.

Em Santarém – Pará, foi iniciado um projeto para criação de um coworking na Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES) envolvendo a participação da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). Aderindo a esse projeto, alunos da UFOPA por meio da disciplina de habitats de inovação em rede, apoiados pelo Grupo VIA e diversos stakeholders locais, desenvolveram um plano de ação para lançar oficialmente o Espaço de Coworking ACES e definir elementos de gestão do espaço. O objetivo do projeto é progredir e, futuramente, transformar o ambiente em um centro de inovação.

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) aprovou uma minuta para criação de um Parque de Inovação, Ciência e Tecnologia (PICT) no campus da UFSM. Esta é uma ação com vistas ao desenvolvimento do empreendedorismo e da inovação na universidade e de todo o ecossistema de inovação da região. Entendendo esse projeto como uma grande oportunidade para todo o território, foram estabelecidas uma série de ações na disciplina de habitats de inovação em rede, para implementar a gestão e governança do Parque. Também foram propostas ações relacionadas a motor de negócios, formação de talentos e internacionalização.

O Parque Tecnológico Mato Grosso foi idealizado como um ambiente polivalente, composto de um parque tecnológico, de serviços e científico. O parque está localizado na região conhecida como Chapéu do Sol, no município de Várzea Grande, cidade vizinha ao município de Cuiabá. currently, o Parque está em construção. Com o objetivo de consolidar o Parque Tecnológico Mato Grosso quando o mesmo entrar em operação, foram desenvolvidas uma série de ações para cada uma das seguintes relações: Parque-Universidade; Parque-Sociedade; Parque-Indústria e, Parque-Governo. O objetivo das ações é aproximar o Parque com as hélices do ecossistema. A ação contou com apoio de vários stakeholders locais e do Grupo VIA.

VIA Generation

VIA Generation is an extension program which, though the teaching and dissemination of concepts studied in the academy, supports the education of children in three fronts: citizenship, innovation and entrepreneurship. The project is based on the understanding that the citizen formation of children will foster active and responsible citizenship in the future.

A multidisciplinary team of researchers developed qualifications, educational games and teaching material for children, youngsters and teachers, based on innovative techniques and methodologies such as: gamification, problem-solving based learning, robotics and education environments. These contents and materials allow the development of competences which foster active citizenship, entrepreneurial attitude and innovative spirit of the participants.

Partners in the making of the 7th and 8th Editions of the Drawing and Writing Contest of Florianópolis`Municipal Guard , on the subjects Smart Floripa (2017) and Innovative Floripa (2018), impacting 10.000 children and multipliers trained by VIA on the subjects: smart city and innovative city.

Invited by the Catarinense Municipalities Federation (FECAM) to conduct citizen education activities on the state event`s main theme 2018: smart cities. The target audience was a class of a primary municipal school and the utilized resources were: games, teaching material and robotics kits.

Awarded on the 7th Edition of the Drawing and Writing Contest of Florianópolis` Municipal Guard, the Antônio Paschoal Apóstolo Municipal School was endorsed in the making of an urban intervention on its headquarters. The drawings of the children who participated in the contest were used as inspiration for the art on the walls surrounding the building, which was made with the help of volunteers and the children themselves .

Invited by SEBRAE Santa Catarina to, during the Global Week of Entrepreneurship 2018, conduct a workshop for children with the goal of developing urban solutions in their neighborhoods, while raising awareness on aspects such as: entrepreneurship, innovation and citizenship.

Em 2019 convidados da Federação dos Municípios Catarinenses (FECAM) para a condução de atividade voltada à educação cidadã o grupo VIA realizou o MakerATTOn com alunos de escolas municipais. A atividade consistiu em uma dinâmica de sensibilização com crianças fundamentada na solução de problemas das cidades. Trabalhando a identificação de problemas e o desenvolvimento de protótipos rápidos para soluções com as peças de montar Atto Educacional.

Durante o Encontro Internacional de Inovação na Educação – Edução Fora da Caixa 2019, o grupo VIA conduziu o MakerATTOn com mais de 120 crianças da rede de ensino municipal. A atividade consistiu em uma dinâmica de sensibilização com crianças fundamentada na solução de problemas das cidades. Trabalhando a identificação de problemas e o desenvolvimento de protótipos rápidos para soluções com as peças de montar Atto Educacional.

Hack the UFSC: university placemaking

With the task of creating projects to turn the university campus and its surroundings into a better and more inclusive environment, contributing to the well-being of people, the Hack the Campus project arises. This work is based on a collaborative creative process called placemaking, which instigates participants to reimagine and reinvent spaces by considering the connections between people, the shared value amongst them, the possibilities of use and local identity. Thus, the participation of the community remains in the center of the process, defining the means of intervention.

Direcionamento de atividade de extensão com alunos de graduação na disciplina Habitats de Inovação por meio da tarefa de proposição de projetos inovadores para transformar o Campus Trindade e aumentar o senso de pertencimento dos usuários a esse espaço.