ecosistema

Uma virada na literatura de ecossistema: de negócio para inovação

Estudiosos identificam ponto de inflexão na literatura de ecossistemas de inovação

ecosistema em biologia refere-se a uma comunidade de organismos em conjunto com seu ambiente físico. O termo vem da junção das palavras gregas oikos e synístanai, que referem-se a casa e ao ato de colocar junto, respectivamente.

ecossistema

Um aquário é um exemplo de ecossistema biológico, onde organismos vivem em conjunto no seu ambiente físico.

Há grande distância entre as áreas de biologia e inovação. Porém, autores como Moore (1993) e Hamad et al. (2015) comparam metaforicamente os ecossistemas naturais com os ecossistemas de inovação. Apesar de ser uma boa metáfora, salienta-se que tais ecossistemas não têm correspondência entre si. Por exemplo, ecossistemas naturais não possuem políticas enquanto os de inovação possuem (Oh et al., 2016).

Quer saber mais sobre o conceito de ecossistemas de inovação? Clique aqui!

Desempacotando o conceito de ecossistema de inovação: evolução, lacunas e tendências

Percebendo a falta de alinhamento dos estudiosos no uso do termo ‘ecossistema de inovação’, Gomes et al. (2018) realizaram um estudo de revisão sistemática considerando publicações entre os anos de 1993 a 2016. Para tanto, os autores conduziram uma metodologia híbrida com análise bibliométrica e de conteúdo. Sendo assim, tal estudo considerou 125 artigos publicados em 76 periódicos no período estabelecido. Dessa forma, foi possível identificar o número de artigos publicados por periódico e ano, os periódicos que publicam mais sobre o assunto e como as publicações evoluíram ao longo do tempo.

ecossistema

Ecossistemas de negócios e de inovação geram cooperação e competitividade entre seus atores.

Uma das primeiras descobertas da pesquisa é o aumento de publicações no período de 2006-2010. Além disso, percebeu-se o fato de haverem poucos estudos quantitativos. Todavia, segundo os autores, isto poderia indicar que pesquisas relacionadas ao conceito de ecossistema de inovação ainda não estão consolidadas.

Conforme os autores, o International Journal of Technology Management é o periódico com mais artigos publicados sobre o assunto, possuindo um fator de impacto de 0,867 (2015).

De fato, há confusão entre diversos estudiosos, que ainda utilizarem ecossistema de negócios como um sinônimo de ecossistema de inovação. Entretanto, ao analisar a evolução das publicações por meio da análise turning point studies network, os autores verificaram um ponto de inflexão na literatura. Isto aponta a uma mudança na discussão cientifica de ecossistema de negócios para ecossistemas de inovação. Dessa forma, os principais trabalhos atrelados a esta mudança foram Moore (1993), Moore (1996), Gawer e Cusumano (2002), Iansiti e Levien (2004b).

Ecossistemas de negócios x de inovação

As diferenças entre ecossistema de negócios e ecossistema de inovação ainda não estão claras na literatura. Apesar disto, os autores do estudo apontam semelhanças e diferenças entre cada conceito.

Ambos os ecossistemas são caracterizados como grandes grupos de organizações interconectadas, interdependentes, que co-evoluem integrando empresa focal, clientes, fornecedores e inovadores complementares. Entretanto, os autores identificaram diferenças ao analisar as principais conexões referentes a cada tipo de ecossistema.

Principais conexões dos ecossistemas de negócios e de inovação. Fonte: Adaptado de Gomes et al. (2018).

Contudo, apesar das diferenças, ambos os ecossistemas estão ligados as gestões estratégica e de inovação, havendo cooperação e competição entre as organizações inseridas neles. Ainda assim, os autores frisam as diferenças entre eles. Conforme eles, o ecossistema de negócios está relacionado principalmente à captura de valor. Enquanto isso, o ecossistema de inovação está relacionado principalmente à criação de valor.

Eles ainda ressaltam a importância de distinguir tais ecossistemas a fim de abrir caminhos à pesquisa. Assim sendo, os autores sugerem: investigar como as empresas criam valor no contexto do ecossistema de inovação; entender a dinâmica do ecossistema com base nas perspectivas da visão baseada em recursos e capacidades dinâmicas; apurar qual estratégia se encaixa em cada um dos contextos; e buscar por novas ferramentas estratégicas para ecossistemas de inovação.

Ficou curioso e gostaria de conhecer os habitats de inovação que integram o ecossistema de inovação de Florianópolis? Veja nossa publicação!

REFERÊNCIA

GOMES, Leonardo Augusto et al. Unpacking the innovation ecosystem construct: Evolution, gaps and trends. Technological Forecasting and Social Change, v. 136, p. 30-48, 2018.

The following two tabs change content below.

André Borba Mondo

Graduando em Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dedica-se a pesquisar temas que permeiam a educação empreendedora, além de atuar apoiando o desenvolvimento de metodologias do Grupo VIA. Possui pensamento sistemático e, por consequência, preza pela lógica das coisas. andrebmondo@gmail.com

Latest posts by André Borba Mondo (see all)