Worldwide Connection Red Background Illustration Vector

Retrospectiva: Índice Internacional de Inovação (BCG)

Índice Internacional de Inovação 2009

bandeiras O Índice Internacional de inovação foi um é um índice global desenvolvido pelo Boston Consulting Group (BCG) em conjunto com o National Association of Manufacturers (NAM) em 2009. Ambas instituições norte-americanas. Este índice é parte de um grande estudo de pesquisa, que analisou os resultados do mercado de inovação e a capacidade dos governos de incentivarem e apoiarem inovações por meio de políticas públicas. Thus, essa publicação tem a finalidade de voltar um pouco no tempo e visualizar como era o cenário de inovação mundial há 10 anos.

 

Metodologia

O estudo consistiu na aplicação de um questionário para mais de mil executivos seniores de empresas membros da NAM. Em seguida foram realizadas entrevistas mais aprofundadas com 30 desses executivos. Thus, a ideia foi conseguir comparar 110 países e os 50 estados dos Estados Unidos da América no quesito “innovation friendliness”. That way, o innovation friendliness indica, de forma resumida, o quão favorável o ambiente é para insumos e produtos inovadores.

Classificação dos países

O estudo classificou os países em dois quesitos principais, entrada de inovação e desempenho de inovação. That way, os países melhores colocados foram Cingapura, Coreia do Sul e Suíça. Nas últimas posições estavam Venezuela, Burundi e Zimbábue. A China, que hoje é um dos grandes expoentes mundiais no quesito inovação, ocupava em 2009 o 27º lugar.

conexão

América do Sul

Chile, que é a economia mais aberta da América do Sul, liderava o ranking entre os países da região, ficando em 32º lugar, seguido por Peru em 52º lugar. Por outro lado, os outros países do continente não apresentaram um bom desempenho na época. Todos os outros países (incluindo o Brasil) ficaram entre as 40 piores posições.

O que mudou de 2009 para hoje?

O BGC não atualiza o ranking desde 2009, entretanto, outras entidades organizam índices semelhantes. O índice mais utilizado hoje é o Global Innovation Index (GII). Os novos dados apontam que após 10 anos, o cenário da inovação mundial mudou bastante, principalmente com a ascensão chinesa no mercado global. Thus, a China aparece nos novos rankings (GII) em uma posição privilegiada entre os 15 países com os melhores índices de inovação. Países de grande relevância econômica como Estados Unidos da América e Alemanha, também se destacam nesses novos índices. O Chile ainda é o país mais inclinado à inovações na América do Sul, porém perdeu espaço para outros países, ficando em 51º lugar enquanto o Brasil está em 66º lugar no relatório do GII 2019.

Entenda mais sobre inovação clicando AQUI

Fontes
The Manufacturing Institute
Industry Week
Global Innovation Index

The following two tabs change content below.

Lúcio de Souza Silva

Graduando em Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Santa Catarina. Entusiasta de qualquer atividade relacionada a inovação e tecnologia.