Museu Do Louvre

MEJ: um movimento empreendedor

Movimento forma graduandos para se tornarem os empreendedores do futuro!

O Movimento Empresa Júnior (MEJ) foi iniciado na França, em 1967, como união organizada com o ímpeto de formar empreendedores comprometidos e com capacidade de realizar as transformações necessárias ao mundo.

As empresas juniores (EJ’s) são associações civis formadas por estudantes de graduação matriculados em instituições de ensino superior.

História do movimento

O MEJ teve início com a fundação da primeira empresa júnior na cidade de Paris, França, em 1967. Os então alunos da L’École Supérieure des Sciences Economiques et Commerciales (ESSEC), estavam cientes da necessidade de apurar suas experiências. Por conseguinte, eles criaram a Junior Entreprise, uma associação que proporcionasse a vivência empresarial a estudantes universitários (Andrade, 2015).

Decerto, tal conceito rapidamente ganhou destaque, e dois anos após sua concepção já contava com mais de 20 EJ’s francesas. Então, em 1986, o conceito de empresa júnior (EJ) já estava difundido por toda Europa. E, neste ano, foi fundada a Confederação Europeia de Empresas Juniores (JADE), representante mundial do movimento (Andrade, 2015).

Movimento no Brasil

O MEJ chegou ao Brasil por intermédio de João Carlos Chaves, o então Diretor da Câmara de Comércio Franco-Brasileira. Em 1987 ele orientou os estudantes da Fundação Getúlio Vargas (FGV) de São Paulo na criação da primeira EJ brasileira. Então, os estudantes de Administração da FGV fundaram a Empresa Júnior – EJFGV (Andrade, 2015).

Em agosto de 2003, dezesseis anos após a chegada ao Brasil, cria-se a Confederação Brasileira de Empresas Juniores. Também conhecida como Brasil Júnior, tal instituição é a representante nacional do MEJ. currently, ela é composta por 25 federações, sendo representados 24 estados e o Distrito Federal (Meet… , 2018).

Empresa júnior (EJ)

Segundo o Conceito Nacional de Empresa Júnior (Brasil Júnior, 20-?), uma EJ é formada por graduandos de instituições de ensino superior. Estes devem se organizar como uma associação civil para que possam realizar as atividades da EJ. Ainda de acordo com o documento, uma EJ deve ter por finalidade três aspectos principais. Em primeiro lugar, desenvolver profissionalmente, por meio de vivência empresarial, as pessoas que compõem a EJ. Then, vem o objetivo de realizar projetos e/ou serviços para empresas nacionais, visando o desenvolvimento da sociedade. Por fim, em terceiro lugar, tem-se como finalidade fomentar o empreendedorismo dos empresários juniores (Brasil Júnior, 20-?).

Considera-se a EJ um instrumento para melhorar a empregabilidade dos graduados.

Thus, se vê a EJ com um recurso valioso por proporcionar o primeiro contato dos universitários com o ambiente real de negócios. Por isso, estudiosos já as consideram como um instrumento que melhora a empregabilidade dos graduados (Gruber-Muecke & Kailer, 2015). Posto que, somente em 2016, 15.777 universitários passar por empresas juniores. Ao mesmo tempo, cerca de 78% desse total participou, além da vivência da EJ, de capacitações fora dela (Brasil Júnior, 2017). Isto é, more of 12000 universitários em contato com o ambiente de negócios e formalmente capacitados. Em síntese, tais números reforçam a crença de que o MEJ é um movimento importante para o fomento do empreendedorismo no Brasil.

Para saber mais sobre o MEJ, acesse o site da Brasil Júnior!

REFERÊNCIAS

ANDRADE, Giovana. Conhecendo o MEJ: Livro I. 2015.

CONHEÇA o MEJ. Brasil Júnior, 2018. Disponível em: <https://brasiljunior.org.br/conheca-o-mej>. Acesso em: 06 de maio de 2019.

BRASIL JÚNIOR. Conceito Nacional de Empresa Júnior. 20-?. Disponível em: <https://uploads.brasiljunior.org.br/uploads/cms/institutional/file/file/5/CNEJ.pdf>. Acesso em: 06 de maio de 2019.

GRUBER-MUECKE, Tina; KAILER, Norbert. Developmental networks and entrepreneurial competence development: a survey of active and former junior entrepreneurs. Developing, Shaping and Growing Entrepreneurship, v. 79, 2015.

BRASIL JÚNIOR. Censo & identidade: Relatório 2016. 2017. Disponível em: <http://brasiljunior.rds.land/censo-identidade-relatorio-2016>. Acesso em: 06 de maio de 2019.

The following two tabs change content below.

André Borba Mondo

Graduando em Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Santa Catarina. Dedica-se a pesquisar temas que permeiam a educação empreendedora, além de atuar apoiando o desenvolvimento de metodologias do Grupo VIA. Possui pensamento sistemático e, por consequência, preza pela lógica das coisas. andrebmondo@gmail.com

Latest posts by André Borba Mondo (see all)