IMG 0198

Lançamento do SOHO na Rede de Inovação Florianópolis

VIA esteve presente no lançamento do SOHO na Rede de Inovação Florianópolis

No último dia 30 ocorreu o lançamento do Centro de Inovação SOHO como integrante da Rede Municipal dos Centros de Inovação Florianópolis. O evento marcou o fortalecimento do ecossistema de inovação da cidade por meio dos 4 centros membros. O SOHO está localizado na região continental e se mostra como uma opção atrativa para os empreendedores da região.

A cerimônia aconteceu na arena da sede do SOHO, no bairro Coqueiros. Com efeito, contou com a presença de representantes que possibilitam que o ecossistema da capital catarinense se consolide. Besides that, estavam presentes mais de 100 pessoas prestigiando e fazendo networking.

A abertura da comemoração ficou por conta de Kayua Freitas, diretor comercial da empresa Blanq. A empresa que desenvolve o software Moskit CRM, tem sede em Londrina e atualmente em Florianópolis, no SOHO.

Kayua iniciou a primeira fala da noite apresentando como é vantajoso estar em lugar como o SOHO. Portanto, mencionou sobre a arquitetura e o famoso corredor em caracol, que trás um toque divertido.

Soho

Fonte: Arquivo VIA

Em suma, Kayua contou sobre a decisão da Moskit CRM de se deslocar de Londrina para Florianópolis: ” o movimento aqui é forte, a cena é forte e as coisas fluem”. De fato, a possibilidade de unir trabalho e qualidade de vida foi decisivo para a confiança da equipe de vir para o Estado vizinho. Uma vez que o atendimento virtual aos clientes, possibilita que a empresa resida em uma sala com vista para a Praia de Itaguaçu e até possa realizar reuniões com o pé na areia. O diretor comercial completa afirmando que empresas de software de outros Estados se encantam com a região e por fim alerta os colegas: “é bom correr e garantir seu espaço!” 🙂

Um espaço para fortalecer o ecossistema da capital catarinense

O segundo momento da noite ficou por conta de Christian Ruppenthal e Joberson Luís Natal, fundadores do Centro de Inovação SOHO. Os idealizadores abordaram sobre a história de criação do SOHO e dos dois anos de dedicação que foram necessários para chegar até o evento. O prédio construído há 30 anos, já foi sede do Diário Catarinense, e estava abandonado há cinco. Os fundadores enfatizam que o espaço favorece o formato de coworking além de se transformar de um prédio abandonado para um espaço vivo.

O ambiente totalmente revitalizado conta com 58 estações de trabalho no modelo coworking, 28 salas para locação e dessa forma, terá uma aceleradora corporativa do Grupo Nexxera, o Nexxlab. A Nexxera é especialista em transações eletrônicas e tecnológicas para o setor financeiro e está consolidada no mercado catarinense. O Edenir Silva, vice-presidente da empresa estava presente no evento e destaca sobre a aproximação da empresa com a inovação. Edenir afirma sobre a vantagem de estar sediado em Florianópolis e ter alta tecnologia, comparada ao Vale do Silício. Por fim, o vice-presidente também destaca a confiança que tem nos idealizadores do SOHO e aposta no sucesso do centro.

Parceria para a Rede de Inovação Florianópolis

A Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), parceira com a Prefeitura de Florianópolis na Rede de Inovação, estava presente no evento. Silvio Kotujansky, vice-presidente de mercado da ACATE abordou sobre a necessidade de se propiciar o empreendedorismo inovador. Kotujansky menciona sobre a iniciativa inédita, que é exemplo para o mundo e que vai mudar o perfil e o ecossistema da cidade. Silvio coloca em enfoque a função dos centros de inovação como auxiliares no desenvolvimento de empresas de tecnologia.

SohoFonte: Arquivo VIA

Com efeito da Rede, o prefeito Gean Marques Loureiro também estava presente no evento. Enfatizou sobre as vantagens competitivas da cidade no que tange suas belezas naturais, qualidade de vida e a população acolhedora. Gean mencionou sobre a arrecadação de impostos no setor de tecnologia, bem como a necessidade de apoio para esse segmento. Ressaltou que inegavelmente a cidade tem se desenvolvido e aperfeiçoado seus processos de apoio ao empreendedorismo, através da redução da burocracia, criação do Escritório de Promoção da Inovação (EPI) e da Rede de Inovação Florianópolis. Por fim, enfatizou a relevância de transformar espaços inutilizados em espaços diferenciados, como o SOHO.

Entrepreneurship, inovação e transformação

A grande atração da noite ficou por conta do empreendedor In Hsieh, CEO to Chinnovation – CBIPA. A empresa especializada em negócios na internet, auxilia empresas na China e no Brasil a realizarem parceiras.

Em síntese, as falas de In enfocam sobre o fator inovação estar presente na tecnologia, mas também na gestão empresarial. Sem dúvida, é primordial entender a necessidade do consumidor, não de forma teórica, mas testar a sua aceitação. Então, o CEO aborda sobre a necessidade chinesa de adequação perante o aumento da concorrência. In destaca a indispensabilidade de maior qualidade, diferenciais e percepção das variáveis locais perante seus concorrentes.

In Hsieh também acrescenta sobre a adaptação das empresas que se destacam pela qualidade de vida. Em conformidade, aborda sobre a priorização da educação e a formação qualificada de profissionais.

moreover, In salienta que o Brasil é mais parecido com a China em comparação aos Estado Unidos, em razão da adaptação dos serviços para a internet. 7% do PIB chinês é proveniente do mercado de internet bem como 55% das importações de comércio eletrônico. In ressalta sobre a conveniência de inovar no modelo de negócio para diferenciais de empresas tradicionais e de internet.

O CEO da Chinnovation deixa como marco da sua apresentação alguns construtos:

  • Pensar grande;
  • Centralização nos consumidores;
  • Construção de ecossistemas;
  • Pensamentos competitivos;
  • Execução e utilização de dados.

Soho

Fonte: Arquivo VIA

.

Saiba mais sobre a Rede de Inovação Florianópolis aqui!

Olhe nosso post conceitual de centros de inovação.

The following two tabs change content below.

Clarissa da Silva Flôr

Administradora pela UFSC, atenta às mudanças, à inovação e às diferentes formas de pensar. Técnica em meio ambiente que se preocupa com o futuro das pessoas e do planeta e percebe a pesquisa como uma forma de criação de conhecimento e evolução.

Latest posts by Clarissa da Silva Flôr (see all)