Inovação Frugal

Inovação Frugal é tema de discussão na UFSC

Discussões sobre inovação frugal se relacionam com a melhoria das condições de vida da comunidade

Tema de inovação frugal foi pauta de palestra com a conexão entre Alemanha e Brasil junto ao Mestrado Profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (PROFNIT) da Universidade Federal de Santa Catarina.

O PROFNIT recebeu Christine Wilmschneider da FAU – Friedrich-Alexander Universitat Erlangen- Nürnberg para tratar sobre inovação frugal. O assunto, segundo o coordenador do PROFNIT Irineu Frey, é relevante pelas temáticas trabalhadas no mestrado e abre portas de interação com futuros estudos com foco em Santa Catarina e no Brasil.

Wilmschneider explica que as pessoas conseguem solucionar seus problemas com o pouco que se tem. As reflexões principais da pauta de inovação frugal se associam com o ponto em que pessoas, mesmo com poucos recursos, também precisam comprar. E, desta forma, as empresas em âmbito mundial começam a olhar para o mercado que é maioria.

A população que pode ser alcançada com a inovação frugal é aquela que vive com menos de 1 dólar por dia. Essas pessoas representam hoje cerca de 5 bilhões de pessoas no mundo. Esse é o mercado gigante da inovação frugal, aponta Wilmschneider.

Considerando as ações que envolvem a prática da inovação frugal, pode-se dizer que as pessoas estão desfrutando de suas criatividades. Em muitos casos, a inovação frugal vem sendo entendida como a famosa “gambiarra”, mas muitos exemplos encontrados em países como Índia ou China permitem identificar o potencial de tecnologias utilizadas com eficiência para produtos de baixo custo e alta qualidade.

A definição e a aplicação de inovação frugal

A inovação muitas vezes está adequada para pessoas que têm dinheiro. O conceito de inovação é considerado como algo novo e/ou significativamente melhorado que gere valor. Quando a inovação frugal é considerada, o conceito está associado a desenvolver produtos que sejam mais simples para mercados emergentes e que não significam que sejam de qualidade inferior. A inovação frugal permite, segundo Wilmschneider, que os produtos sejam simplificados e robustos com tecnologias que viabilizam a inovação.

Alguns exemplos no mundo se associam aos refrigeradores na Índia, adaptados da Europa. Estes são pequenos e de baixo custo para famílias que não tem a cultura e nem condições de estocar comida. Besides, o espaço para estes refrigeradores também é um ponto negativo das casas indianas. Thus, os refrigeradores advindos de inovação frugal são usados para poucas coisas, mas possibilita que mesmo os mais pobres tenham acesso ao bem-estar de manter seus produtos refrigerados.

A partir do conhecimento local a inovação frugal pode ser implementada. É o que ocorre com produtos como, por exemplo, o ultrassom de mama. A iniciativa surgiu com vistas a identificação de que pessoas pobres, localizadas territórios de difíceis acessos, não conseguiam fazer deslocamentos para realização de exames. Thus, surge a máquina que permite fazer exames em qualquer lugar para definições de diagnósticos. Outro case apresentado é o Peek Vision que vem para identificar uma das doenças mais negligenciadas do mundo – a perda de visão. O Peek Vision ajuda a identificar pessoas com problemas de visão e a conectá-las a profissionais de saúde locais. A tecnologia baseada em smartphones gera dados que permitem que os prestadores de serviços de saúde forneçam tratamento direcionado e econômico. Novamente, em qualquer lugar se pode fazer diagnósticos precisos e assim proporcionar além do serviço a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Como se pode identificar inovação frugal?

As características mais importantes da inovação frugal se associam à relação do preço com a qualidade. Os produtos são robustos com qualidade e com preços diferenciados no mercado. Normalmente, a inovação frugal é adaptada para grupos específicos com problemas urgentes e que dependem da criatividade para a busca de soluções. Wilmschneider indica que muitas vezes a inovação frugal se dá por pessoas (CPF) e não por empresas grandes. Normalmente, as empresas grandes estão focadas em mercados já consolidadas e a inovação frugal não é vista com bom negócio. Entretanto, em muitos casos já se observa que a inovação frugal possibilita a resolução de problemas complexos da comunidade, com custos reduzidos, o que começa a ser atrativo mesmo para as grandes empresas.

Produtos com inovação frugal são mais fáceis de manejar, apresentam sustentabilidade e tecnologia suficiente para tornar os produtos eficazes e eficientes. Entretanto, a pesquisadora comenta que os esforços em marketing no Brasil, para esses tipos de produtos, ainda são altos, principalmente pela falta de cultura para produtos robustos e de baixo custo. Para os produtos mais econômicos esforços maiores precisam ser realizados pois, as pessoas pensam que se o preço está baixo há falta de qualidade.

A inovação frugal não é apenas interessante para países emergentes

Inovações por exemplo como as encontradas pelo grupo TATA SWACH que utiliza nanotecnologia para purificar a água podem ser consideradas como frugais. Com cerca de 80 reais é possível ter um produto que limpa de 3 the 4 litros de água a cada hora.

Besides, Wilmschneider chama atenção para os benefícios mais conhecidos como os associados as empresas Airbnb e Uber. Thus, essas iniciativas permitem que pessoas que antes não conseguiam acesso, agora, com inovação frugal, possam desfrutar de serviços e produtos especializados para as demandas.

Para se realizar a inovação frugal, as empresas vêm cumprindo algumas estratégias como a localização, o foco nos benefícios que são globais e de adaptação.

  • Localização: se a empresa quer desenvolver para grupos específicos é imprescindível estar mais perto do grupo para entender o dia a dia e a realidade das pessoas que serão potenciais usuárias. Não há como desenvolver inovação frugal sem conhecer as reais necessidades das pessoas. O conhecimento local é a forma de se iniciar as inovações frugais. Monitoramento e participação em pesquisas de campo, abordando clientes potenciais, é a chave de percepção das necessidades.
  • Benefícios globais: mesmo com atenção e conhecimento local, o foco precisa ser global. Participar do que está ocorrendo de forma global é importante para desenvolver o mercado regional que precisa estar orientado globalmente.
  • Benefícios de adaptação: a adaptação não é recomendada para se realizar uma inovação frugal. Quando as empresas querem apenas baixar o custo ou não têm conhecimento e experiência em inovação frugal elas apenas adaptam os projetos. Isso ocorre para organizações que querem apenas tornar seus produtos ou serviços mais baratos. Entretanto, esse conceito está distante das ações de inovação frugal. Para se realizar inovação frugal, as empresas precisam começar do início de seus projetos.
  • Importância do marketing e do preço: O marketing precisa estar perfeito na hora da demonstração do produto que advém de inovação frugal. Isso perpassa pela exposição dos produtos, como por exemplo, o uso de iluminação adequada. Mesmo que se busque preços mais baixos, ainda hoje é preciso estar observando se estes (preços) não podem afetar a reputação dos produtos, mesmo com qualidade similar aos “concorrentes” mais caros.

A inovação frugal nasce do local para o global sendo funcional, robusta e com usabilidade

Thus, a estratégia frugal é inovar no mercado alvo com base no conhecimento local. Logo, o aspecto mais importante é identificar as condições básicas e as necessidades dos clientes por meio de monitoramento e participação ativa. Lançar produtos com preços competitivos com qualidade que responda a problemas reais de comunidades se associa ao conceito da inovação frugal.

A inovação frugal é funcional, robusta, tem usabilidade, apresenta crescimento global e não apenas para nichos específicos, é acessível e apresenta aplicação validada localmente para atuação global.

E você, qual a necessidade que conhece da sua comunidade?

 

The following two tabs change content below.
Equipe de pesquisadores com foco na transformação do conhecimento de forma tangível e utilitária para a sociedade, governo e empreendedores, through education, research and extension. Atuamos de forma colaborativa e em rede, conectando pessoas e organizações ao nosso propósito.