Business Team Working Office Worker Concept

Coworking: aprendizado de práticas empresariais por meio da convivência

Análise do artigo “Learning everyday entrepreneurial
practices through coworking

Esse post apresenta o estudo sobre coworking realizado por Tim Butcher. O autor conviveu em um coworking por aproximadamente 2 anos. Logo, o estudo foi baseado em suas anotações de vivência, realizando, So, um estudo etnográfico longitudinal.

Conhecendo o autor

Tim Butcher é doutor em engenharia da Cranfield University. That way, trabalhou como Engenheiro de Manufatura na indústria aeroespacial e como etnógrafo organizacional que pesquisa processos de organização coletiva e aprendizado social. Besides, o autor também escreve sobre ética e prática de pesquisa.

Para conhecer um pouco mais sobre o autor, clique aqui e veja sua biografia profissional.

O coworking Hub Melburne

Foto do prédio histórico que se localiza o coworking

Patrimônio histórico que abrigava o coworking Hub Melburne.

O corworking que Tim trabalhava se localiza na Austrália, no ultimo andar de um patrimônio histórico. O local, So, passou por várias mudanças durante a convivência do autor.

Na primeira grande mudança ocorreu uma renovação do espaço. In this context, resultou na transformação do local em uma franquia da crescente rede global de espaços de coworking do Impact Hub.

Imagem atual do coworking que o autor conviveu por dois anos

Instalações atuais do Coworking

Later, com a segunda grande mudança em março de 2012, iniciou uma nova era do Hub 2.0. Thus, deixou a rede Impact Hub e se tornou o principal ponto de uma nova rede: Hub Austrália.

O Hub Malburne ainda existe nos dias de hoje.

Método de pesquisa

O estudo foi baseado em uma etnografia longitudinal, pesquisa que consiste em uma base de dados obtida por meio da imersão do pesquisador nas formas de vida do grupo. Besides, o autor analisa as variações nas características dos mesmos elementos amostrais ao longo de um grande período de tempo.

Thus, o autor conviveu como pesquisador e permaneceu sincronizado com o ritmo do coworking. Essa sua convivência foi importante para identificar como e quando retirar e refletir sobre suas observações e experiências. Afinal, conseguiu criar uma metodologia que vai além da vivência. Com ela, o autor traz o conceito duplo do trabalho no coworking e o aprendizado que acontece dentro dele. Ele mostra, também, como eles estão conectados.

A experiência no Hub Melbourne envolveu o autor em trabalhos de forma independente. That way, participou e organizou reuniões, eventos relacionados ao aprendizado, eventos sociais e participar de discussões sobre diversos tópicos.

A sua coleta de dados se deu por meio de manuscritos feitos no período de permanência no Hub Melbourne. Da mesma maneira que permaneceu em outros dois espaços: Hub em Londres durante julho de 2012 e no Texas em abril de 2014.

Ao serem transcrevidos, os manuscritos foram organizados em ordem cronológica. Assim três temas chaves emergiram: aprender e se tornar colaborativo, aprender e se tornar intencional e aprender e realizar a contestação.

Conclusões do Autor

Segundo o autor, as razões para o coworking são complexas. Já que elas são motivadas por uma necessidade comum de aprender a construir carreiras independentes. Então o coworking fornece espaço para dar sentido e co-construir um lugar significativo no meio empresarial. Para que isso aconteça, é necessário que os indivíduos aprendam a participar do coworking.

O COWORKING É AUTO-SELETIVO

As pessoas que acham que não podem aderir às normas da comunidade provavelmente não permanecerão. Thus, andsse aprendizado permite que eles co-construam um senso de comunidade necessário para se tornarem empreendedores proficientes em um mundo de trabalho cada vez mais incerto.

Afinal, aprender práticas cotidianas da forma como ocorre no coworking é essencial. Isso se da por que o indivíduo se situa em um ambiente empreendedor e trabalha dentro das incertezas socioeconômicas atuais. Logo, quando os indivíduos cooperam, eles se envolvem em participação periférica legítima que os capacita a construir uma comunidade.

What do you think? Quer saber um pouco mais sobre coworking? Leia nosso post O que são coworkings?

 

The following two tabs change content below.

Gabriela Slompo Pereira

Graduanda em Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Latest posts by Gabriela Slompo Pereira (see all)