IMG 20160713 WA0042

Ciclo de Palestras Pensando as cidades

Ciclo de Palestras Pensando as cidades: Mobilidade Urbana & Soluções criativas pelo futuro de Florianópolis.

Os membros da VIA participaram do evento realizado dia 13 de julho de 2016, com o palestrante Emilio Merino Dominguez (possui doutorado e pós doutorado em transportes pela Universidad Politecnica de Cataluña – UPC, assim como diversas especialidades de planejamento e gestão de transportes realizados na França, Bélgica, Espanha e Peru. Membro de diversas organizações mundiais de mobilidade.

O palestrante fez algumas comparações do futuro do trânsito com um infarto, alertou que o problema do trânsito é refletido pelo próprio comportamento humano. De nada adianta criar soluções que não solucionam, apenas tornam a situação mais crítica. Quem tem que mudar somos nós, se não mudamos de nada adianta, pois o problema é a taxa de motorização (habitante x veículo). O conceito de mobilidade urbana sustentável passa especialmente pela mudança comportamental de nós mesmos.

Sobre as soluções criativas, Emílio destacou a importância de espelhar-se em locais do mundo que estão dando certo algumas alternativas.

Dada a situação que se tem em Florianópolis, falta que o PLAMUS (Plano de Mobilidade Urbana Sustentável) esteja inserido dentro da lei da mobilidade urbana federal. Esta lei lançou um desafio pra todos os estados e municípios para criar suas próprias leis. Por exemplo o Rio Grande do Sul já tem uma lei praticamente em aprovação, que teve customizadas várias situações adaptadas ao seu estado. Os estados devem abrir suas agendas políticas para discutir essas leis.

Ele comentou sobre a importância do conceito *PPP = Pública privada de pessoas para as pessoas e com as pessoas.

Ele destacou também que não quer que os cidadãos participem deste processo de melhoramento da mobilidade urbana, e sim que os cidadãos sejam colaboradores deste processo, somente assim a mobilidade começa a ser sustentável. Governança interfederativa, compartilhamento de responsabilidades entre estados e municípios com o apoio federal.

Devemos descobrir ou redescobrir e implementar nosso DNA, o DNA de Florianópolis (quais são as características do povo e da cidade? O que nos define?)

A pesquisa sobre a mobilidade para saber em que momento agir e como agir para efetuar o planejamento; Avaliação e validação de propostas; Participação social x colaboração x empoderamento; Aplicar projetos de mobilidade urbana sustentável

“Nós somos a mobilidade. Nós somos o problema. Nós somos a solução!”

Projetos a conhecer pelo mundo:

TOD

BRT vs VLT

Prêmio Nobel de urbanismo mundial que recebeu Medellín

Centro Integrado de Mobilidade (Car Sharing)

Park&Ride

Segunda Parte da palestra foi um debate com o palestrante Emílio e os debatedores Carlos Alberto Kita Xavier (Presidente do CREA), Wagner Sandoval Barbosa (Presidente ACEOP) e Adão dos Santos (Presidente Sinaenco); Moderador Hamilton Lyra Adriano.

Discutiram sobre Florianópolis, daqui a 5, 10, 15, 20 anos e como fazer esta mudança de hábito nas pessoas? O palestrante responde que este é o grande X da questão, como fazer isso! Ele disse que no México por exemplo ocorreu uma fase de grande discussão sobre planejamento, até que uma comunidade disse que haveria de haver uma produção e sair dessa discussão pois do jeito que estava não dava mais para prosseguir. De nada adianta falar bonito sobre, tem que implantar! Porém o processo de transformação do comportamento humano vem da educação mesmo, as próximas gerações tem que estar inseridas dentro deste processo de discussão de mobilidade. É um processo lento de transformação que vai desde as escolas de base até a universidade e somente com uma ou duas gerações este conceito poderá ser transformado.

 

The following two tabs change content below.
Equipe de pesquisadores com foco na transformação do conhecimento de forma tangível e utilitária para a sociedade, governo e empreendedores, through education, research and extension. Atuamos de forma colaborativa e em rede, conectando pessoas e organizações ao nosso propósito.