Startup Lisboa

StartUp Lisboa

A VIA também está pela Europa, (sim, somos muito internacionais) e não podíamos deixar de visitar a conceituada StartUp Lisboa, uma incubadora de empresas que nasceu de um programa estadual realizado pela Câmara Municipal, essa destina parte do seu orçamento anual para um programa chamado Orçamento Participativo, o qual a partir de uma seleção de idéias com mais critério, convida os cidadãos para votar no projeto que eles consideram mais relevante para a cidade, e assim a StartUp Lisboa foi escolhida como a melhor e a primeira proposta ligada a empreendedorismo com startups e a partir daí criou um ecossistema com aceleradoras, incubators, espaço de Co-working e grupos de investimento.

Fundada então pela Câmara Municipal, pelo Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI) e pelo Banco MontePio, a StartUp Lisboa é uma iniciativa sem fins lucrativos situada em cinco espaços: um edifício com seis andares onde todos são ocupados com startups e um espaço de Co-working, o segundo edifício fundado é um ambiente de apenas um piso com empresas vinculadas ao turismo, esse possui uma particularidade – um Co-working instalado em um espaço aberto, o terceiro é um edifício que era um antigo banco português que se associou a StartUp Lisboa e assim foi reformulado e cedido para a instalação das startups que se encontram em uma fase mais avançada, o quarto edifício era uma propriedade da Câmara Municipal que estava sem funções produtivas e atualmente é uma residência para os empreendedores estrangeiros da StartUp Lisboa, o quinto espaço se localiza dentro do Airport Business Center Lisbon (ABC), onde há primordialmente realização de eventos.

O local visitado pela VIA foi o edifício antigo de seis andares localizado na Rua da Prata, no centro da cidade, o qual passou por um processo de revitalização urbana. O plano era que com a presença do projeto fosse possível reformular a área do Centro de Lisboa, com o intuito de criar um tipo de comércio diferente para que as pessoas pudessem aproveitar e para que houvesse mais viabilidade para morar na região.

A StartUp Lisboa realiza um extenso processo seletivo para que haja uma certa confiança de que o projeto escolhido vingue, neste sentido, a sua função é apoiar startups em algumas áreas específicas de três formas: como mentores, com um grande leque de parceiros e com a oferta de um calendário de eventos e workshops. Segundo o Community Manager Bruno Gomes, os três pontos fundamentais para a seleção da empresa são: uma equipe multidisciplinar, uma idéia bem construída e que o negócio seja escalável.

“A StartUp Lisboa oferece um know how junto com a comunidade, fato de grande importância para a incubadora.” – Palavras de Bruno

 

Para mais informações – Site StartUp Lisboa

 

 

 

The following two tabs change content below.
Equipe de pesquisadores com foco na transformação do conhecimento de forma tangível e utilitária para a sociedade, governo e empreendedores, through education, research and extension. Atuamos de forma colaborativa e em rede, conectando pessoas e organizações ao nosso propósito.