Habitats De Inovação

Disciplina de Habitats de Inovação recebe stakeholders para discutir necessidades do Distrito Criativo

Disciplina do EGC, em Habitats de Inovação, apresenta iniciativas práticas para resolver os problemas do Distrito Criativo.

A disciplina de Habitats de Inovação compõe o rol de disciplnas da UFSC! Com destaque, o Graduate Program in Engineering and Knowledge Management (EGC) já é reconhecido por suas práticas interdisciplinares na busca de resolver problemas reais. As disciplinas realizadas mostram as ações mão na massa que são desenvolvidas por professores, alunos e comunidade em busca da união da teoria com a prática.

Nesse trimestre, o foco de uma das disciplinas da área de Gestão do Conhecimento foi o Distrito Criativo! Os Distritos Criativos fazem parte das tipologias de habitats de inovação já estudados pelo grupo VIA Estação Conhecimento e todo o ano a disciplina de Habitats de Inovação é ministrada com focos diferentes de entendimento do contexto do ecossistema de inovação.

Aproveitando as iniciativas catarinenses, neste trimestre resolvemos inserir as discussões acerca da região central de Florianópolis, premiada como boa prática urbana pelo Fórum Internacional HOJE Implementando Cidades Sustentáveis, explica a prof. Clarissa Stefani Teixeira.

Disciplina de habitats de inovação foca em casos reais para aprendizado da pós-graduação

Desde março os alunos de mestrado e doutorado estão se dedicando ao conhecimento sobre o mundo dos habitats de inovação. Thus, as últimas semanas foram recheadas de práticas que fogem ao modelo tradicional de ensino. Os alunos saíram em um tour guiado pelo empreendedor Rodrigo Stüpp do Guia Manezinho de forma a reconhecer o espaço urbano, reconhecer a localização dos atores do ecossistema e conhecer os empreendedores que vivem no Distrito, como Maria Gabriela Luft da coleção Minha Floripa and Floripa sua linda.

Para instigar ideias e evidenciar os problemas do Distrito, um time de stakeholders foi convidado para explicitar a realidade da região leste do Centro Histórico – conhecida como Centro Sapiens Distrito Criativo!

Os alunos atuam com soluções em quatro grupos com enfoques em economia criativa, identidade e recursos culturais, ambiente natural e construído e governança e políticas públicas. Desta forma, participaram das atividades como stakeholders:

  • Aldrwin Hamad – Universidade – IFSC
  • Ana Luiza Bessa – Movimento Traços Urbanos
  • Angela Maria Pinheiro – SEBRAE/SC
  • Bruno Barbi – Empreendedor e artista
  • Cibele Assmann Lorenzi – IPUF – Prefeitura Municipal de Florianópolis
  • Clovis Petry – Universidade – IFSC
  • Fernanda Maria Menezes – Universidade – UNISUL
  • Fifo Lima – Empreendedor e artista
  • Guto Lima – Empreendedor
  • Helio Leite – CDL
  • Luiz Salomão Ribas Gomez – Universidade – UFSC
  • Marcia Teschner – Floripamanhã
  • Maria Gabriela Luft – Empreendedora e artista
  • Paula Borges – Maratona Cultural
  • Silas Azevedo – Universidade – UNISUL
  • Silvia Lenzi – Movimento Traços Urbanos
  • Vinicius De Lucca Filho – Superintendência de Turismo – Prefeitura Municipal de Florianópolis

A atividade foi desenvolvida a partir da percepção dos atores. Nas próximas fases os alunos ampliam o conhecimento sobre os problemas, coletados com novos atores do Distrito Criativo, e entram na fase da validação das propostas de solução!

#GoGoGo

The following two tabs change content below.
Equipe de pesquisadores com foco na transformação do conhecimento de forma tangível e utilitária para a sociedade, governo e empreendedores, through education, research and extension. Atuamos de forma colaborativa e em rede, conectando pessoas e organizações ao nosso propósito.

Latest posts by VIA Estação Conhecimento (see all)