SDS

A Importância da Agricultura Familiar e o papel do NITA

A Importância da Agricultura Familiar

O destaque da agricultura familiar no desenvolvimento brasileiro pode ser constatado sob várias perspectivas. Desse modo, alguns pontos importantes a serem considerados se referem à produção sustentável de alimentos, vista pela diversificação de sua matriz produtiva, nos diferentes biomas e ecossistemas nacionais. Além disso, contribui no papel estratégico para a manutenção da biodiversidade e busca de inovadores formatos tecnológicos menos dependentes de insumos externos. Portanto, a significativa participação da agricultura familiar na geração de renda e ocupação da mão de obra no campo auxiliam na promoção da segurança alimentar, nutricional, ambiental e social (EMBRAPA, 2014).

As transições para a agricultura sustentável podem fazer contribuições diretas, de várias dimensões, nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) (FAO, 2015).

Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), a importância da agricultura familiar apoia-se nos seguintes pontos:

  • Está intrinsecamente vinculada à segurança alimentar e nutricional;
  • Preserva os alimentos tradicionais, além de contribuir para uma alimentação balanceada e salvaguardar a agrobiodiversidade e o uso sustentável dos recursos naturais;
  • Representa uma oportunidade para fomentar as economias locais, especialmente quando combinada com políticas específicas. Visto que, estas sejam destinadas a promover a proteção social e o bem-estar das comunidades e o desenvolvimento rural sustentável

(EMBRAPA, 2014).

Nesse sentido, Spagnoli e Mundula (2016) citam que a agricultura familiar é um modelo capaz de adotar inovações baseadas na multifuncionalidade. Ao mesmo tempo, valorizam a identidade local e endógena (ambiental, culturais, sociais). Uma vez que, a sua gestão, flexibilidade e enraizamento territorial são pontos favoráveis para tal.

O papel do NITA em Santa Catarina

O Núcleo de Inovação Tecnológica para Agricultura Familiar (NITA) é uma iniciativa catarinense, constituída por um acordo de cooperação entre instituições públicas e privadas. Dessa forma, busca congregar diversos parceiros para ampliar o desenvolvimento, oferta e adoção de tecnologias inovadoras nas atividades executadas pelos agricultores familiares e pescadores artesanais.

O NITA surgiu a partir de uma proposta do Banco Mundial para o estado de Santa Catarina. Nesse sentido, o plano é conduzir uma iniciativa que pretende propiciar a comercialização de tecnologias verdes. Por conseguinte, o núcleo é uma das oito iniciativas de uma rede pilotada em vários locais do mundo, com apoio financeiro e técnico do Banco Mundial.

No começo, a iniciativa buscava conectar startups, pequenas e medias empresas tecnológicas com os agricultores familiares, suas organizações e técnicos do setor. Dessa maneira, procurou difundir tecnologias e criar um ambiente em que novas soluções sejam geradas. Uma vez que, o propósito é atender as reais necessidades do campo e da pesca.

Entretanto, o NITA está, no momento atual, alinhado na busca da conexão de todo o setor agropecuário com o ecossistema de inovação já existente em SC. Visto que, essa nova postura abrangerá uma gama maior de atores. Por fim, o Núcleo destaca o forte comprometimento com a ampla utilização da ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento da agricultura familiar, do estado de SC e do Brasil.

REFERÊNCIAS

EMBRAPA. SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS E INOVAÇÃO: A Embrapa no Ano Internacional da Agricultura Familiar. Brasília, 2014.

SPAGNOLI, Luisa; MUNDULA, Luigi. The family farming: a traditional model to foster the agriculture innovation. In: COLLOQUIUM OF THE IGU COMMISSION ON THE SUSTAINABILITY OF RURAL SYSTEMS, 24., 2016, Liège, 2017. p. 17 – 28.

The following two tabs change content below.

Patrick Walter Rüdiger Scheidt

Graduando em Eng. de Materiais, aficionado por ciência, tecnología e innovación. Mergulhador (Divemaster PADI®).

Latest posts by Patrick Walter Rüdiger Scheidt (see all)