Network 4171795 960 720

Centros de inovação e seu papel no ecossistema

Utilizando como base o livro Guia de Desenvolvimento de Ecossistemas e Centros de Inovação Volume I: Conceitos e Fundamentos, desenvolvido pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado de Santa Catarina (2017), esse post traz de forma sucinta conceitos sobre centros de inovação e seu papel dentro do ecossistema. Você também pode conferir nosso post de alinhamento conceitual nesse link.

A missão dos centros de inovação

Os centros de inovação possuem como objetivo a promoção de inovação e empreendedorismo nas regiões que são implementados. Há três grandes pilares que sustentam a missão que devem cumprir.

  • Ativar o ecossistema de inovação.
  • Criar cultura inovadora e empreendedora.
  • Gerar e escalar negócios inovadores.

Para cumprir esses objetivos, o maior desafio é promover a aproximação entre aqueles que possuem ideias, aqueles que possuem talento (conhecimento, habilidades, atitudes) e os que possuem capital. Assim, criando conexão, fluxo e posteriormente inovação.

Ativando o ecossistema de inovação

A inovação ocorre no fluxo de capital, ideias e talentos. E o fluxo depende da conexão entre atores (pessoas e organizações). Assim, as barreiras políticas, culturais, sociais e institucionais são dificultadores desse processo, afastando organizações e matando a inovação. Para derrubar essas barreiras e criar confiança pessoas conectadasentre os atores, os centros inovação funcionam como força mobilizadora do ecossistema. Dessa forma, esses centros de inovação tem função de motivar, informar e conduzir atores para compartilhar, colaborar e cocriar. Características existentes em um ecossistema vibrante e saudável.

 

Miam e Hulsink (2015) defendem que é imprescindível o fortalecimento do ecossistema, mais que as instituições de forma individual. Se o ecossistema estiver forte e bem estabelecido, as instituições também serão favorecidas e ganharão força. A inovação ocorre no fluxo, por isso é preferível que haja investimento no fluxo e não nos atores de forma isolada. O Fluxo é o fator mais importante, e um dos principais motivos de falha na projeção de habitats de inovação. De acordo com Hwang e Horowit (2012), é do fluxo que a inovação surge, e o fluxo só existe mediante conexões já preestabelecidas. O centro existe como ambiente de comunicação e conexão.

Keystone (Pedra Angular)

Quando falamos sobre ecossistemas, keystones são atores integradores que circulam em diferentes grupos sociais. Esses atores podem ser pessoas ou instituições que levam informações de um lado para o outro e criam novas conexões. As condições certas para que a inovação ocorra necessita de um grande número de interações entre os indivíduos envolvidos. Até que as pessoas certas com os recursos certos se encontrem na hora certa, é necessário muito esforço e planejamento, e nesse ponto é também muito vantajoso ser uma keystone por questão estratégica e muitas vezes financeira.

Os centros de inovação atuam também como pedras angulares dentro de suas regiões. Assim, de acordo com Hwang e Horowit (2012), as pedras angulares devem:

  • Facilitar acesso e conexão entre atores, superando hierarquias e penetrando barreiras sociais.
  • Liderar ações que contribuem com a colaboração e refino dos projetos dos atores.
  • Ser o filtro para conexões altamente vantajosas.
  • Tornar-se um ponto de referência (hub) respeitado.
  • Validar e disseminar comportamentos culturais para propiciar inovação
  • Fazer intermédio de relações incipientes (retirando-se quando estiverem consolidadas)

Promovendo a cultura inovadora e empreendedora em centros de inovação

centro inovação

Para que ideias e negócios inovadores ocorram dentro de centros de inovação, é necessário moldar a cultura do ambiente. A mentalidade das pessoas envolvidas com os habitats de inovação, em especial os centros de inovação, deve estar alinhada com a senso criativo e disposta a criar aquilo que ainda não existe. Em suma, é necessário considerar que resolver problemas corriqueiros da dia a dia pode sim criar negócios lucrativos. Para isso, é preciso se acostumar a observar oportunidades, habilidade inerente aos empreendedores inovadores.

Por isso, o papel dos centros de inovação vão muito além de apenas fornecer um ambiente físico. Esses espaços devem influenciar, apoiar e articular ações, programas e políticas para que os aspectos que favorecem a inovação se tornem culturais.

Geração de negócios inovadores em centros de inovação

empreendedorismo inovador

O centro de inovação deve ser referência para qualquer pessoa ou instituição que queira transformar uma ideia em um negócio inovador, ou inovar dentro de um modelo de negócio já estabelecido. Isso pode ser obtido por meio de uma série de serviços oferecidos. Dessa forma, é oferecido acolhimento, informação, mentoria, capacitação, investidores, etc. Em um cenário ideia, os empreendedores podem entrar no espaço com uma ideia e sair com uma empresa inserida no mercado de trabalho, ou entrar com uma pequena empresa e sair com a mesma alavancada. Sempre priorizando o alto potencial de crescimento dos negócios, para resultados econômicos e sociais mais contundentes.

 

Para ler na íntegra o livro Guia de Implantação de Centros de Inovação Volume I na íntegra, clique na imagem abaixo.

capa sds v1

Referências Bibliográficas

HWANG, V. W.; HOROWITT, G. Rainforest: the secret to building the next Silicon Valley. Los Altos Hills, California: Regenwald, 2012.

MIAN, S.; HULSINK, W. Building Knowledge Ecosystems through Science and Technology Parks. Conference IASP (2015). Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/239847689_Building_Knowledge_Ecosystems_through_Science_and_Technology_Parks_A_Comparative_Review_of_the_Emerging_US_and_European_Regional_Models.

Santa Catarina, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável. Guia de Implantação dos Centros de Inovação: Livro I- conceito e fundamentos. 2017.

The following two tabs change content below.

Lúcio de Souza Silva

Graduando em Engenharia de Materiais pela Universidade Federal de Santa Catarina. Entusiasta de qualquer atividade relacionada a inovação e tecnologia.

Latest posts by Lúcio de Souza Silva (see all)