Observatórios

Observatórios como ferramentas de compartilhamento de conhecimento

O que são observatórios e quais suas funções

A tomada de decisão deve ser baseada em informações e análises. No entanto, se os dados disponíveis forem insuficientes, não confiáveis ou desatualizados, as tarefas ou ações suportadas por essas informações estariam destinadas a falhar. Para acessar as informações e os conhecimentos disponíveis de maneira confiável e oportuna – no ambiente referente a uma questão ou fenômeno social – é necessária uma estratégia que possibilite isso, essa é uma das muitas funções dos observatórios. Vistos como centros de informação e áreas de monitoramento sob a supervisão de cientistas e acadêmicos,  a palavra observatório só se tornou um tema importante na última década, com várias organizações sociais e acadêmicas criando espaços interdisciplinares que possibilitam monitorar diferentes objetos de estudo.

A missão de um observatório é monitorar e detectar o que está acontecendo em seu escopo de ação, e seu valor agregado é baseado em:

  • Buscar informações;
  • Discernir sua relevância;
  • Organizá-lo de maneira coerente; e
  • Apresentá-lo de maneira clara.

Embora o consenso sobre a definição de observatório ainda não seja alcançado na literatura, existe um entendimento tácito do termo que designa um conjunto de atividades e procedimentos para identificar e avaliar as informações produzidas em um contexto, como um mecanismo para gerar evidências úteis para a tomada de decisão em uma área de competência. Também pode ser visto como um organismo criado por um coletivo, a fim de acompanhar a evolução de um fenômeno, geralmente de natureza social, a partir de uma posição vantajosa. Existem diferentes tipos de observatórios: temáticos, setoriais; alguns promovidos pela administração, outros por organizações ou empresas sociais; de cobertura nacional, regional ou local.

Podemos destacar três tipos diferentes de observatório:

  • Centro de Documentação: dessa perspectiva, o observatório é uma biblioteca dedicada a um tema específico, cuja missão se baseia no armazenamento e classificação de informações e documentação.
  • Centro de análise de dados: considera o observatório como uma ferramenta para ajudar na tomada de decisões. Sua principal missão é: a) coletar, processar e fornecer informações e b) entender melhor o assunto em questão através de estudos com a participação de especialistas.
  • Espaço de informação, intercâmbio e colaboração: corresponde ao conceito atual de observatório, pois se adapta às vantagens das TIC, e sua missão é: a) coletar, processar e disseminar informações; b) compreender melhor o assunto; e c) promover a reflexão e o intercâmbio de informações.

Observatórios em Santa Catarina

Como exemplos de observatórios em santa catarina podemos citar três:

  • Observatório de Inovação Social de Florianópolis: espaço para mostrar, articular, apoiar e acompanhar os atores que compõem a rede do Ecossistema de Inovação Social (EIS) da cidade, sejam eles atores de suporte ou iniciativas de inovação social.
  • Observatório ACATE de Empresas de Tecnologia: busca apresentar o posicionamento dos polos tecnológicos catarinenses em relação aos demais do Brasil.
  • Observatório FIESC da Indústria Catarinense: monitora os principais fatores que afetam a competitividade industrial em Santa Catarina, analisando o desempenho econômico e as tendências tecnológicas dos setores estratégicos, fornecendo informações para a tomada de decisões estratégicas, tanto na esfera estadual quanto regional.

Referências
MARCIAL, N. ¿ Qué son los observatorios y cuáles son sus funciones?. Innovación Educativa, v. 9, n. 47, p. 5-17, 2009.

 

The following two tabs change content below.

Rayse Kiane

Mestre e doutoranda em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina. Graduada em Sistemas de Informação pela mesma instituição . Realiza pesquisas interdisciplinares sobre: inovação na educação, mídia e conhecimento, compartilhamento de conhecimento por meio das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), open science e usabilidade de software.

Latest posts by Rayse Kiane (see all)