Simone Hutsch 8p6pdSkA 6A Unsplash

Melhores Cidades para Fazer Negócios: Florianópolis sobe 9 posições em ranking 2019

Capital catarinense sobe para a décima quinta posição no ranking de cem melhores, enquanto São Caetano do Sul torna-se a primeira colocada

A Urban Systems, consultoria responsável pelo primeiro ranking de cidades inteligentes no Brasil, o Connected Smart Cities, elabora anualmente o ranking Melhores Cidades para Fazer Negócios com exclusividade para a revista Exame. Este último analisa especificamente o potencial de desenvolvimento econômico das cidades (maturidade e crescimento da cidade), recortando em sua análise os resultados em outros três eixos considerados importantes para os negócios: desenvolvimento social (reflexo social do desenvolvimento da cidade), infraestrutura (básica para o desenvolvimento de negócios) e capital humano  (relativo a qualificação profissional e formação de mão de obra). O estudo utiliza a metodologia de análise estatística IQM® – Índice de Qualidade Mercadológica, com o objetivo de prospectar e hierarquizar as melhores áreas potenciais para investimentos em cada cidade.

Os indicadores são baseados em dados coletados em instituições oficiais de pesquisa e fontes primárias dos seguintes setores: sociodemográfico, econômico, saúde, educação, financeiro, transporte e infraestrutura. Em 2019 o ranking está em sua 6ª edição e abrange os municípios brasileiros com mais de 100.000 habitantes segundo a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso são analisados 317 municípios do total de 5.570 municípios do país. Estes representam 70% do PIB e 57% da população brasileira.

As 20 melhores cidades no ranking 2019

Das 20 primeiras colocadas no ranking, 13 são da região Sudeste, 5 do Sul e 2 do Centro-Oeste. Dentre as entre as 10 primeiras posições estão apenas
municípios do Sul e Sudeste. Neste ano o município de São Caetano do Sul passou Vitória e conquistou pela primeira vez a primeira posição. Confira abaixo a relação das 20 melhores cidades:

Na análise por eixo os municípios demonstraram suas forças e fraquezas em cada fator analisado. No eixo desenvolvimento econômico Barueri obteve a primeira colocação, enquanto a primeira colocada no índice geral, São Caetano do Sul, ficou com a segunda. Em capital humano Vitória ficou em primeiro lugar, assim como na edição anterior, e São Caetano do Sul com o terceiro. Quanto ao desenvolvimento social, a cidade de Valinhos conquistou a primeira colocação, ficando na segunda a cidade de São Caetano do Sul. Por fim, no eixo infraestrutura São Paulo foi a vencedora e São Caetano do Sul obteve a décima colocação.

Florianópolis como uma das melhores cidades para fazer negócios

Na edição de 2018 a capital catarinense havia galgado a vigésima quarta posição no ranking geral, mas com um crescimento exponencial, em apenas um ano chegou à décima quinta posição em 2019.  Seu destaque foi o 2º lugar em capital humano, mantendo a posição alcançada na edição anterior. As principais razões elencadas no ranking para este destaque foram: renda média dos trabalhadores formais de R$ 3.923, percentual de trabalhadores formais com ensino superior em 47,4% e despesa municipal com educação de R$ 2.791 por habitante. Considerando seus resultados em cada um dos outros eixos, a cidade alcançou: 97º lugar em desenvolvimento econômico, 68º em desenvolvimento social e 13º em infraestrutura.

Apesar dos destaques em capital humano e infraestrutura, a cidade de Florianópolis precisa otimizar estas forças para uma melhor distribuição de renda e negócios, resultando em melhores posições em desenvolvimento econômico e social”

Melhores Cidades para Fazer Negócios, 2019, p. 26

Confira também o resultado da capital catarinense no ranking Connected Smart Cities 2019. Quer saber mais sobre cidades? Acompanhe nosso blog 🙂

The following two tabs change content below.
Advogada urbanista e doutoranda apaixonada pela cidadania. Dedica-se a pesquisar a competência cívica e sua relação com a participação cidadã, o direito urbanístico e a política urbana. Acredita que a beleza, a tradição e a inovação podem melhorar nossas cidades e nossas vidas. Atualmente em estágio doutoral na La Sapienza di Roma. Atua em projetos da VIA como especialista em inovação urbana desde 2016. agathadepine@gmail.com