Lean Startup Livro

Lançamento recente: “Guia para Aplicação da Metodologia Lean Startup” apresenta insights sobre a metodologia

As startups têm sido pauta constante na área de empreendedorismo e inovação. Nesse contexto, grande parte do sucesso dessas empresas, mais do que suas descobertas de mercado, parte de suas metodologias de constituição e crescimento. Isso tem feito com que o “Lean Startup”, conceito explorado por Eric Ries em seu livro “Lean Startup: Como usar a inovação contínua para criar negócios radicalmente bem-sucedidos”, tenha chamado a atenção tanto de empreendedores quanto de pesquisadores da área.

As nuances do Lean Startup (LS) são discutidas mais profundamente em outro post, mas em uma recapitulação, podemos dizer que se trata de um método para a constituição de negócios inovadores com foco no usuário baseado na construção do máximo de valor com o emprego do mínimo de recursos. Constituindo-se em parte através do ciclo “Construir-Medir-Aprender”, apresenta uma abordagem de entrega de valor rápida e assertiva, pois seu objetivo caracteriza-se numa adaptação constante às expectativas dos clientes através de feedbacks gerados por Produtos Mínimos Viáveis (MVPs). Em outras palavras, é um método que faz com que modelos de negócios inovadores se guiem para altas chances de aceitação, ao mesmo tempo que utilizam poucos recursos para esse fim.

Guia para Aplicação da Metodologia Lean Startup

Lançado esse mês, o e-book “Guia para Aplicação da Metodologia Lean Startup” é apresentado como resultado da dissertação de Ricardo Tomaz Caires, vinculado ao Mestrado Profissional em Rede Nacional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação (PROFNIT), Ponto Focal Universidade Estadual de Maringá.

Em sua apresentação o guia coloca-se a disposição para auxiliar gestores, técnicos de incubadoras, aceleradoras e principalmente os fundadores de empresas de base tecnológica a interagirem de forma mais ágil, otimizada e orientada ao mercado [1].

Apresentando o Lean Startup de forma didática e guiada para a prática, descreve tanto a conceituação como as etapas do processo de forma metódica. Com exemplos para guiar a compreensão dos conceitos e colocando-se como um passo a passo que contempla todo o ciclo que compõe a metodologia, o livro é ideal tanto para quem ainda não conhece o Lean Startup, quanto para aqueles que querem explorar mais profundamente algumas de suas caracterizações e utilidades.

Guia para Aplicação da Metodologia Lean Startup

Guia para Aplicação da Metodologia Lean Startup | Fonte: Caires et al., 2020.

 

Um dos pontos interessantes a se destacar é a agregação de fontes exteriores ao Lean Startup em si, que contribuem para uma construção robusta, mas que ao mesmo tempo não deixa de ser prática. Como por exemplo, em seu capítulo de “Investimento”, aborda sobre como uma linguagem comum entre investidores e as startups facilitaria a comunicação dos objetivos entre ambos, ao mesmo tempo que contemplaria a necessidade de investidores, aceleradoras e incubadoras por informações capazes de guiar suas decisões [1]. Assim, apresenta os níveis de maturidade das startups através da ferramenta The Investment Readiness Level (IRL) ou Nível de Prontidão para Investimentos (NPI), que por sua vez é baseado no Technology Readiness Level (TRL) – Nível de Prontidão da Tecnologia. Nesse aspecto, descreve que “[…] Cada projeto de tecnologia é avaliado em relação aos parâmetros de cada nível de tecnologia e, em seguida, é atribuída uma classificação TRL com base no progresso do projeto” [1].

Você saberia dizer o nível de maturidade de uma startup quando possui apenas o Business Model Canvas ou um MVP de baixa ou até mesmo de alta fidelidade? Relações como essa são propostas e descritas no capítulo.

Como acessar

O guia pode ser acessado e baixado gratuitamente em: Guia para Aplicação da Metodologia Lean Startup.

Referências

[1] CAIRES, Ricardo Tomaz et al. Guia para aplicação da metodologia Lean Startup [livro eletrônico] / – 1. ed. – Maringá, PR : Ricardo Tomaz Caires, 2020.

The following two tabs change content below.

Carlos Marcelo Faustino

Contador pela UFMT, estudava sobre startups desde a graduação, mas atuou mais ativamente na área quando fundou e foi gestor do Núcleo Criativa da Ativa Incubadora de Empresas. Atualmente mestrando em Engenharia e Gestão do Conhecimento, integrante do VIA Estação do Conhecimento. Continua ajudando as startups sempre que pode.