IMG 20170901 203729062

Hackathon Celesc desenvolve 12 ideias em torno de atendimento, inadimplência e redução de custos

A primeira edição do Hackathon Celesc, que se realiza neste final de semana (1o a 3.9) na sede da companhia, em Florianópolis, recebe 60 profissionais de múltiplas áreas vinculadas à Tecnologia da Informação e Comunicação (TICs) para uma maratona de mais de 50 horas de desenvolvimento de aplicações que solucionem problemas pontuais da empresa de energia. Com o auxílio de um time de 40 mentores, 17 deles, técnicos da própria companhia, os participantes têm acesso a dados e problemas vivenciados nos departamentos de Gestão de Clientes e Gestão Técnico-Comercial.

As 12 ideias selecionadas por participantes e mentores na primeira noite do evento ajudam a compreender que tipo de soluções se desenvolvem em um hackathon. As que avançarem mais e melhor forem avaliadas até a tarde deste domingo, prazo estipulado, serão concluídas e devem ser implantadas pela Celesc em suas operações. Conheça as soluções em desenvolvimento:

1) Verificação de dados em troca de descontos na fatura;

2) Determinação de zonas de maiores gastos de energia;

3) Fluxo de potência de alimentadores;

4) Identificação de padrão na classificação e no perfil de clientes no tocante a fraudes;

5) Chatbot para clientes e cobrança de fatura;

6) Chatbot para relacionamento com clientes;

7) Gestão sobre contratos de clientes de maior porte;

8) Gestão de arrecadação, melhorias no corte e efetividade;

9) Criação de medidores e ferramentas de navegação e mapeamento de Unidade Consumidora;

10) Sensoriamento de rede no combate à inadimplência;

11) Bonificação de clientes pagantes;

12) Gerenciamento eletrônico de contratos.

Desafios da Celesc propostos para o Hackathon Celesc

Inadimplência

As equipes atendem a demandas que receberam na noite de sexta-feira, em explanações dos gestores da Celesc. Com inadimplência acumulada de R$ 680 milhões e um índice de 2% sobre o faturamento mensal, em média, a companhia pretende dar mais assertividade às ações de combate observando o perfil dos clientes e utilizando a tecnologia. O principal gargalo está na faixa dos débitos acima de 90 dias, de mais difícil recuperação, conforme abriu o Chefe da Divisão de Contas e Inadimplência do Departamento de Gestão Técnica Comercial, Rafael Zanellatto Júnior.

Gestão de contratos

A área de contratos dos maiores clientes da Celesc, grandes empresas e indústrias denominados Grupo A, também recebe atenção no evento. A ideia é dar vazão e agilidade ao monitoramento de mais de 500 contratos novos e aditivos que circulam mensalmente no setor que atende a esses clientes. Os desafios, conforme explicou Cristiano Ghisi, Chefe do Departamento de Gestão de Clientes e Receitas, estão em etapas como o processo de envio de documentos físicos, monitoramento de assinaturas, alterações de dados, entre outros que precisam de maior agilidade.

Atendimento

Já o atendimento ao cliente, vinculado ao mesmo departamento, envolve a automação, gestão, comunicação e controle relacionados aos serviços mais solicitados, como ligações e desligamentos de energia, trocas de padrão e titularidade. As soluções precisam promover o melhor acesso do consumidor à informação, primando por qualidade no atendimento e redução de custos para a Celesc.

Redução de custos e perdas não técnicas

A outra vertente proposta para o Hackathon Celesc é minimizar e gerir melhor as perdas financeiras não técnicas, encabeçadas por furtos de energia, fraudes no medidor, impedimentos de acesso aos leituristas, defeitos naturais no medidor de energia, como por deterioração ou intempéries.

Realização

O Hackathon Celesc é uma realização da Celesc, Governo do Estado de Santa Catarina, Grupo de Pesquisa VIA Estação Conhecimento (UFSC), Departamento de Engenharia do Conhecimento e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Saiba mais sobre o Hackathon Celesc e todos os seus apoiadores em: http://celhackathon.celesc.com.br/index.php/category/noticias/

Acompanhe a cobertura via Twitter e Instagram em:

https://twitter.com/EstacaoVIA

https://twitter.com/Celescinforma

https://instagram.com/estacaovia

https://www.instagram.com/hackathoncelesc/?hl=pt-br

The following two tabs change content below.

Sicilia Vechi Gonçalves

Mestranda em Mídia e Conhecimento pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (EGC/UFSC).