RLARS 2017

Universidade Federal de Santa Catarina recebeu a RLARS 2017

24 instituições de diversos países participaram da 5ª edição da RLARS 2017

A 5ª Reunión Latinoamericana de Análisis de Redes Sociales (RLARS 2017), organizada pelo Grupo de Pesquisa Inteligência, Tecnologia da Informação (ITI RG), do Departamento de Ciência da Informação foi acompanhada pela Via Estação Conhecimento.

Nesta edição da RLARS 2017 a organização teve a iniciativa de além das palestras trazer três workshops sobre Egonet com Alejandro Paredes; Gephi com Thiago Magela Rodrigues Dias e; Redes pessoais, trajetória e território com Laura Teves e J. Julian Cueto.

RLARS 2017

1º debate pós apresentações dos trabalhos (RLARS 2017). Fonte: Priscila Machado Borges Sena (2017).

Os temas das palestras da RLARS 2017 variaram com abordagens da aplicação de análise de redes que foram desde em colégios invisíveis nas plataformas de Ciência e Tecnologia a mulheres na ciência. O que mostrou a expansão da técnica e seu impacto na ciência, bem como em movimentos sociais.

RLARS 2017

Elisa Bellotti, da University of Machester/Inglaterra (RLARS 2017). Fonte: Priscila Machado Borges Sena (2017).

Os trabalhos apresentados na RLARS comprovaram o crescimento e fortalecimento da aplicação da análise de redes, por meio das possibilidades de relação com outras técnicas como a análise do discurso, análise de conteúdo, bem como sua utilização para a análise entre o mundo virtual e o real.

Foi possível verificar em todas as falas da RLARS que a análise de redes sociais traz inúmeros benefícios por meio da visualização de relações e informações presentes nestas. Dessa forma, permite tomadas de decisão mais eficazes e eficientes sobre os acontecimentos em uma organização, comunidade, grupo ou movimento social.

No encerramento da RLARS 2017 ocorreu a escolha da sede da 6ª edição do evento para 2019, que será em Mendoza, na Argentina, e também da 7ª edição para 2021, que será em São João Del Rei, em Minas Gerais. Besides that, foi estabelecida a formação da Asociación Latinoamerciana de Análisis de Redes Sociales, com representantes de cada instituição participante. O professor Adilson Luiz Pinto ficou como representante da Federal University of Santa Catarina.

Para quem não conseguiu estar presente, é possível acessar os anais (clique aqui) da RLARS 2017 e ler na integra os trabalhos que foram apresentados, de participantes de diversas instituições e países como:

  1. CEFET/MG, Brasil;
  2. CONICET, Argentina;
  3. Cornell University, Estados Unidos da América;
  4. Gobierno del Estado de Nayarit, Mexico;
  5. TESCH, Mexico;
  6. The University of Manchester, Inglaterra;
  7. United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization, Holanda;
  8. Univeridad Nacional de Jujuy, Argentina;
  9. Universidad Abierta y a Distancia, Colombia;
  10. Universidad Alberto Hurtado, Chile;
  11. Universidad Autónoma Metropolitana, Mexico;
  12. Universidad de la Republica, Uruguai;
  13. Universidad del Aconcagua, Argentina;
  14. Universidad Nacional de Colombia, Colombia;
  15. Universidad Nacional de Cuyo, Argentina;
  16. Universidad Nacional de La Plata, Argentina;
  17. Universidade de Lisboa, Portugal;
  18. Universidade Estadual Paulista – UNESP, Brasil;
  19. Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil;
  20. Federal University of Santa Catarina, Brasil;
  21. Universidade Federal de São João Del-Rei, Brasil;
  22. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil;
  23. Instituto Federal Catarinense, Brasil, and;
  24. Centro Universitário Cenecista de Osório, Brasil.
The following two tabs change content below.

Priscila Machado Borges Sena

Bibliotecária, bibliófila, apaixonada pela leitura, e por toda construção e desconstrução que o acesso e uso da informação e do conhecimento provocam nos seres humanos. Encantada pela docência e pela pesquisa. Engajada em movimentos associativos para o fortalecimento dos profissionais da informação. Mestre e Doutoranda em Ciência da Informação.

Latest posts by Priscila Machado Borges Sena (see all)