Joakim Aglo VwGDTV00unM Unsplash

Ruas completas: o que são e as iniciativas de Florianópolis!

As ruas completas e a vitalidade nas cidades

As Ruas completas, para o WRI Brasil, são ruas projetadas para permitir a segurança dos que nela passam e habitam. Assim,  crianças, jovens, adultos, idosos, usuários de todos os modos de transporte sentem-se confortáveis e seguras na rua, com toda acessibilidade garantida.

Para o WRI Brasil:

O conceito tem como base distribuir o espaço de maneira mais democrática, beneficiando a todos.

Rua em Belo Horizonte. Fonte: Mariana Gil/WRI Brasil.

Dessa forma, a mobilidade a pé é incentivada, na medida que as ruas completas permitem que as pessoas se apropriem do espaço e se sintam convidadas a andar por essas ruas. Dentre as mudanças realizadas nas ruas estão:

  1. Ampliação de calçadas;
  2. Criação de rotatórias ou ilhas de refúgio;
  3. Extensão de meio fio;
  4. Sinalização;
  5. Pinturas;
  6. Colocação de espaços públicos de estar (bancos, mesas, arquibancadas);
  7. Utilização da vegetação.

Ruas completas. Fonte: encurtador.com.br/BEFNZ

Nesse sentido, essas são algumas das iniciativas para a criação de uma rua completa, porém, as intervenções variam conforme as necessidades do espaço e o tipo de cada rua. Sendo assim, o objetivo principal das ruas completas é o de permitir o uso coletivo e equilibrado da rua para todos, com acessibilidade garantida e conforto e segurança.

Florianópolis e o seu incentivo a mobilidade a pé

A Prefeitura Municipal de Florianópolis, por meio da Secretaria de Mobilidade e Planejamento Urbano, lançou o projeto Mais Mobilidade. Dessa forma, o projeto englobará um conjunto de iniciativas para a melhoria da mobilidade urbana da cidade. Dentre as iniciativas está o + Pedestres, do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF). Assim, o + Pedestres tem o intuito de melhorar a segurança e o conforto dos pedestres, com  intervenções de pintura e a colocação de sinalização adequada.

Para o IPUF:

Essas intervenções práticas se fundamentam em princípios de mobilidade urbana para redução da velocidade dos veículos motorizados, com a criação de ambientes públicos mais seguros e confortáveis para pedestres e ciclistas. A utilização da pintura como ferramenta de ação sobre o espaço público permite alterações simples e rápidas, em pontos estratégicos, de grande afluxo de pedestres, abrindo portas para um caráter mais empírico e palpável no campo do planejamento e do desenho urbano. A pintura e a ambiência resultante dão mais visibilidade aos espaços públicos, instigando os cidadãos a observarem e vivenciarem mais sua cidade.

Para saber mais sobre o programa, clique aqui!

O IPUF, lançou em 2018 o Manual Calçada Certa, e tem como objetivo orientar os cidadãos no projeto e execução das calçadas. Bem como, possibilita o a acessibilidade universal, ponto base para uma calçada qualificada. Dessa forma, as ruas se tornam mais acessiveis e propícias para a caminhabilidade das pessoas.

Centro de Florianópolis com novas possibilidades de uso. Fonte: <encurtador.com.br/yBI27>.

Acesse aqui para saber mais!

 

 

 

 

 

 

The following two tabs change content below.

Maria Eduarda Zanella

Estudante da graduação de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal de Santa Catarina. Movida por desafios, busca aprender mais sobre inovação, cidades criativas e humanas e levar o conhecimento a comunidade, fazendo de alguma forma um mundo melhor.