CIA Sapiens Parque

Lançamento do CIA Sapiens Parque na Rede de Inovação Florianópolis

ACATE Sapiens Parque é o quarto centro credenciado à Rede de Inovação Florianópolis


On the 12 de dezembro ocorreu o lançamento do Centro de Inovação ACATE – CIA Sapiens Parque no norte da ilha. O centro é o quarto previsto para compor a Rede de Inovação Florianópolis. Além deste, foram credenciados o CIA Primavera em abril, o Centro de Inovação SOHO em outubro e o CIA Downtown em novembro.

O CIA Sapiens Parque é um dos centros de inovação geridos pela Associação Catarinense de Tecnologia – ACATE. In contrast, é parceiro do Sapiens Parque, da Financiadora de Estudos e Projetos – FINEP, do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE e da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis – ACIF.


Localizado no bairro Cachoeira do Bom Jesus, o centro de inovação se insere como uma das unidades do complexo Sapiens Parque. Este é um parque de inovação que possui infraestrutura dedicada a abrigar empreendimentos, projetos e outras iniciativas inovadoras que são estratégicas para o desenvolvimento da região. Da mesma forma, o CIA Sapiens Parque tem como propósito contribuir para o fortalecimento do ecossistema de inovação da cidade.

Thus, o CIA Sapiens Parque é um espaço propício para o desenvolvimento de projetos inovadores. Nesse sentido, o ambiente conta com salas para instalação de empresas de tecnologia, espaço de coworking e três salas de reunião. Besides that, dispõe de uma sala destinada ao Escritório de Promoção à Inovação – EPI. O EPI acolhe e encaminha empreendedores conectando-o com o ecossistema. Externamente, o prédio utiliza serviços de apoio como restaurante, bicicletário e garagens privativas.

O evento de lançamento do CIA Sapiens Parque

O lançamento do CIA Sapiens Parque foi uma noite festiva que contou com a presença de entusiastas da inovação e atores que viabilizaram o espaço. Dessa forma, o primeiro momento da noite ficou a cargo das contribuições dos principais responsáveis pelo empreendimento.

Thus, foram convidados a falar Daniel Leipnitz – presidente da ACATE; José Eduardo Fiates – superintendente da Fundação CERTI e diretor do Sapiens Parque, Felipe Couto – gerente de operação do BRDE; Marcelo Camargo – gerente do departamento de programas descentralizados da FINEP; Luciano Pinheiro – presidente da ACIF e, por fim, Gean Loureiro – prefeito de Florianópolis.

O presidente da ACATE, Daniel Leipnitz foi o primeiro a se pronunciar. Leipnitz comentou sobre a importância da presença da ACATE no Sapiens Parque. De modo que, classificou o ambiente como estratégico para o futuro da tecnologia na cidade e no estado de Santa Catarina. Em sua fala, mencionou o esforço realizado pela prefeitura para criar a Rede de Inovação Florianópolis e o fundo municipal de inovação. Por fim, agradeceu aos representantes convidados pelo empenho voluntário em prol do ecossistema de inovação de Santa Catarina.

Materialização de esforços

Marcelo Camargo, representante da FINEP, revelou que o CIA Sapiens Parque é a materialização de todos os esforços e de toda a energia que a FINEP empenha em prol dos habitats de inovação. E, salientou que mesmo num país complexo como o Brasil, empreendimentos como o CIA Sapiens Parque demonstram que este é o país que dá certo.

Sobre inovação, Camargo evidenciou dois principais parâmetros: envolve riscos e exige continuidade. Primeiro, quem lida com inovação tem que saber que pode dar errado. Second, deve haver continuidade para “não ter que começar sempre da pedra lascada”. De tal forma que, se possa colher os frutos de coisas que já existem. moreover, acentuou que o dinheiro empregado em inovação da certo sim. Para tanto, é preciso que as ações sejam realizadas com critérios, para que haja retorno positivo para o país.

Camargo realçou ainda, a relevância do CIA Sapiens Parque como um habitat para apoiar pequenas e médias empresas. Tais empreendimentos geralmente são aqueles que produzem grandes iniciativas. Nesse sentido, apontou o programa nacional de empreendedorismo Centelha. Este que foi inspirado no programa Sinapse da Inovação criado em Santa Catarina.

Later, Felipe Couto do BRDE recordou a colaboração e relevância da parceira com a FINEP para a realização de projetos e empreendimentos. Apontou também, a importância que o ecossistema de Santa Catarina possui para atrair investimentos do BRDE. Segundo o mesmo, dificilmente um projeto como o CIA Sapiens Parque seria financiado em outro estado. Isso deve-se a integração e interação das empresas e o forte ecossistema de inovação do estado. Por fim, Couto agradeceu as empresas que participaram do consórcio para que o CIA Sapiens Parque fosse possível.

“Nada se conquista sozinho”

Complementando as falas anteriores sobre um ecossistema forte e a interação entre os atores, o diretor do Sapiens Parque, José Eduardo Fiates salientou que “nada se conquista sozinho”. Para tanto, Fiates fez uma analogia com o esporte coletivo, onde um depende do esforço do outro para conseguir competir.

Fiates afirmou que as perguntas o que e como, em relação ao Sapiens Parque já estão superadas. Daqui para frente, tem que se pensar em quem e quando. O quem, segundo Fiates, é o time. E foi esse time presente no evento juntamente com outras entidades que viabilizaram o CIA Sapiens Parque e, aquilo que chamou de franquia da inovação, que é justamente a Rede de Inovação Florianópolis. Ainda, reconheceu que esta é uma iniciativa nova no mundo.

Fiates deu seguimento frisando as parcerias entre Prefeitura, FINEP, BRDE, ACATE, UFSC, Fundação CERTI e as empresas privadas para a realização de diversos projetos que resultaram na instalação do CIA Sapiens Parque e passou literalmente a bola para cada representante.

Em relação ao quando, Fiates mencionou que alguns anos atrás seria impossível pensar em um projeto como o CIA Sapiens Parque. Portanto, para o futuro, seria possível visualizar a expansão do Sapiens e da região.

Empreendedorismo inovador

Then, Pinheiro enfatizou a parceria da ACIF com outras entidades empresariais como a ACATE, para viabilizar um ambiente melhor para todos os empreendedores. Pinheiro também destacou que a ACIF vai se instalar no CIA Sapiens Parque para se fazer presente nesse ambiente empreendedor. Por fim, mencionou que aquilo que se soma de um projeto como o CIA Sapiens Parque é o mais importante para uma cidade, estado ou país. Segundo o mesmo, é a oportunidade das pessoas transformarem sonhos em realidade que irá gerar renda, emprego e desenvolvimento.

Por último, falou o prefeito Gean Loureiro. O mesmo destacou que o evento significava passar todo o ciclo da Rede de Inovação de Florianópolis. E que a rede começa a despertar novos debates na cidade. Salientou ainda, que o norte da ilha não tinha como ficar de fora da rede de inovação do município.

Also acrescentou a relevância de ultrapassar a fronteira da tecnologia para que a inovação esteja intrínseca em todos os setores da capital catarinense. Mencionou que esses ambientes inovativos, revitalizam a cidade e destacou a atuação com o setor privado, com as micro e pequenas empresas e as startups.

Desse modo, revelou que mais uma etapa foi vencida com quase nada de dinheiro público, mas com muita vontade de trabalho, com recursos privados e de instituições como FINEP e BRDE. Por fim, agradeceu ao esforço realizado pela sua equipe, em especial ao Marcus Rocha, superintendente de ciência, tecnologia e inovação do município.

Palestra com economista Roberto Dumas Damas

Por fim, a fala mais aguardada da noite ficou com a palestra de Roberto Dumas Damas. O convidado possui experiência reconhecida em economia com atuação em organizações significativas no setor bancário. Besides that, atuou como representante em Shanghai. currently, é professor de Economia Internacional e Economia Chinesa, além de ser autor de livros com essa temática.

Economia internacional

Damas iniciou sua apresentação relatando a situação da economia internacional. Primeiro com aquilo que chamou de “Trumpenomics”, ao relatar a situação da economia americana. Thus, revelou que há uma tendência de depressão cambial no país. Dessa forma, apesar dos EUA ter crescido muito, segundo Damas, chegou no ponto de inflexão da curva.

Segundo Damas a bolsa de valores americana nunca esteve tão cara, and, portanto, a forte tendência que venha a cair. Com este aumento, conclui, a bolsa de valores dos EUA nunca esteve tão cara, a taxa de juros vai subir, então se tudo se repetir como ocorre desde 1890, a tendência é de que à economia norte-americana tenha uma queda consideravel.

Quanto a Argentina, Damas revelou que o país está numa grave crise cambial e corporativa. Em relação ao Brasil, 66% das exportações de auto peça vão para a Argentina. Dessa forma, se o PIB argentino despencar, diminuem as exportações brasileiras. Outro país que o Brasil exporta no setor é o México, que também está numa situação desfavorável economicamente. Em relação a Europa, falou da situação ruim da Turquia que pode desestabilizar a zona do euro.

Sobre a China, salientou que o país vai crescer menos, however, de forma mais sustentável. Tal fato, pode diminuir as importações de commodities metálicas. Por outro lado, devido ao incentivo ao consumo chinês, as exportações de proteína animal para a China irão aumentar. Também soja, papel e celulose. Portanto, esse é um setor que o economista aposta que continuará em alta.

Devido ao incentivo ao consumo chinês, Damas revelou que o salário da população está aumentando. Desse modo, vai ficar mais caro produzir lá. Assim sendo, será benéfico para quem compete com os chineses. Portanto, Damas destaca que o novo governo brasileiro em relação à economia internacional vai enfrentar dificuldades.

Economia brasileira

Em relação ao Brasil, Damas revelou que a renda do trabalhador ainda não está alta. A taxa de juros caiu mas ainda está elevada. E, por fim, há grande taxa de desemprego. Tais fatores refletem na queda do setor da construção civil, siderurgia, automobilístico e varejo de pouco valor agregado. Por outro lado, estão em alta, equipamento de óleo e gás, energia elétrica, proteína animal, agronegócio e papel e celulose.

Damas destacou que a previdência social do Brasil está insustentável. Dessa forma, é preciso urgência na sua reforma. De tal forma que, muito dificilmente em 2019 o Brasil irá crescer mais do que 2,5%. Por fim, Damas terminou sua palestra chamando a atenção para a inovação e criatividade e incentivando as pessoas a agregarem valor.

Assista abaixo a fala que Roberto Damas concedeu ao nosso grupo sobre a importância da inovação para a economia.

Assista ao evento na íntegra abaixo.

Saiba mais sobre os Centros de Inovação no nosso e-book aqui.
Veja o livro Guia de Implantação dos Centros de Inovação aqui.

Conheça a Innovation Network Florianópolis!

The following two tabs change content below.

Guilherme Paraol

Doutorando no grupo Via-Estação Conhecimento. Realiza pesquisa com foco em ecossistemas de inovação, habitats de inovação e sistemas de inovação.