Darlan Apresentando

A produção científica da ANPROTEC

O tema desse ano da ANPROTEC foi Inovação e Empreendedorismo Transformando Cidades. Os trabalhos apresentados trouxeram transversalidade com o tema da conferência. Josealdo Tonholo destaca o salto dado com o aumento de 20% no numeto de artigos. Apenas em 2017 foram 105 trabalhos aprovados, being 86 completos, 15 boas práticas e 04 memórias.

Com três categorias diferentes, a ANPROTEC apresentou as Boas Práticas com soluções criativas para desafios do dia a dia. As tendências estão associadas às perspectivas do Modelo CERNE, considerando as incubadoras, expondo os gestores a explicitar suas formas de trabalhar. As Boas Práticas demostraram a troca de experiências positivas, com resultados práticos, e traz a importância de cada habitat servindo de possibilidade de aperfeiçoamento e melhorias. Ainda é carente a realização de estudos com foco nas cidades, pensando ainda as relações dos ambientes de inovação com o território. Nos países do mundo essa prática é comum de ser encontradas e no Brasil ainda é observada a dificuldade em se tratar do assunto. Thus, os trabalhos mostraram certa dificuldade de conexão com os ambientes de inovação especificamente e suas relações com a cidade.

O pensar a cidade é saber o que a cidade pensa dos ambientes de inovação. É na cidade que nós trabalhamos e vivemos e é na cidade em que as coisas precisam acontecer.

Houve a redescoberta dos cursos de graduação como partícipes das práticas de inovação. A universidade Federal de Santa Catarina é a Instituição de Ensino Superior com maior número de publicações, com destaque para o Grupo VIA Estação Conhecimento.

Considerando a temática das empresas e os ambientes de inovação, o viés foi para investimento e os aspectos de parceria e gestão de riscos com internacionalização. A ANPROTEC que começa na temática das incubadoras avança para a temática de parque e chega a aceleração de negócios. As estratégias estão alinhadas com o que está acontecendo no Rio por exemplo. Há esforços da integração das diversas iniciativas a luz das diretrizes da ANPROTEC. Os esforços estão sendo tornados comuns ao desenvolvimento do ecossistema de inovação.

Com o Marco legal de Inovação, publicado em 2016, o número de artigos científicos anda de forma tímida aumenta. Ponto interessante está na discussão feita pelos advogados. Os advogados, praticantes e pesquisadores estão atentos aos regulamentos brasileiros trazendo luz principalmente para as universidades. As preocupações são para amparar as atividades dos habitats de inovação e avançar em terrenos que não foram explorados por outras regiões. Com a 27ª Conferência, a ANPROTEC dá passo pioneiro em trazer o tema em prol da legislação, uma vez que esta vem dar segurança para o que está sendo desenvolvido pelos atores do ecossistema.

Entretanto, foi evidenciada a dificuldade que ainda se tem em trabalhar com a quarta hélice (comunidade). Besides, ainda é uma dificuldade pensar a conexão entre cidadão e ambiente de inovação. Em alguns estudos foi relatado inclusive a dificuldade das relações entre pessoas de uma mesma instituição, observando ainda muita desconexão das pessoas com o próprio micro ecossistema.

A escolha de temas contemporâneos é fundamental para ter conhecimento agregado de temas que ainda podem ser conceituais, mas que no amanhã já estarão na prática dos habitats de inovação.

O destaque da conferência também está na relação de acadêmicos e não acadêmicos que estão na prática dos habitats de inovação. Os ambientes de inovação que se relacionam mais com a cidade apresentam mais sucesso do que aqueles que se fecham apenas na própria instituição. Thus, observa-se que o ecossistema, na maioria das regiões não está conectado.

Confira os Anais do evento aqui!

The following two tabs change content below.
Equipe de pesquisadores com foco na transformação do conhecimento de forma tangível e utilitária para a sociedade, governo e empreendedores, through education, research and extension. Atuamos de forma colaborativa e em rede, conectando pessoas e organizações ao nosso propósito.